Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão de quinases dependentes de ciclinas (CDKs 1, 2, 4 e 6) em ilhotas pancreáticas de camundongos NOD (non-obese diabetic) tratados com extrato aquoso de Passiflora alata

Processo: 11/15763-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Ricardo de Lima Zollner
Beneficiário:Daniella de Figueiredo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Imunologia clínica

Resumo

A procura de novos fármacos a partir de plantas medicinais tem motivado a busca alternativa de substâncias com potencial antiinflamatório que possa auxiliar no tratamento das doenças inflamatórias, como no caso do diabetes mellitus tipo1. Como ferramenta para estudar essas substâncias que modulam a inflamação, é comum o uso de animais com propensão a desenvolver a doença, como os camundongos NOD. Relatos da literatura, nem sempre indexada, sugerem que o maracujá possua ação hipoglicemiante e melhora o controle do diabetes. Dentre os constituintes, os alcalóides e flavonóides são candidatos relevantes. Iniciamos um piloto nos mesmos moldes de protocolos já utilizados e estabelecidos para estudos empregados para a diacereina e gangliosideos. Os resultados preliminares chamaram nossa atenção, principalmente com referência à diminuição da expressão do diabetes e grau de lesão da ilhota. Além disso, por ser alimento natural e de fácil acesso, ele traz ingrediente adicional em termos de vantagem aos estudos básicos e populacionais. Assim, o presente estudo visa avaliar a repercussão do tratamento sobre a lesão das ilhotas pancreáticas no diabetes, isto é, classificação, caracterização e fenotipificação do infiltrado inflamatório na ilhota, em particular na expressão de fatores do ciclo celular quinases dependentes de ciclina (Cdk1, Cdk2, Cdk4 e Cdk6) que poderiam estar associados ao controle da inflamação e regeneração celular com repercussão na diminuição do diabetes, além de investir no desenvolvimento de novas drogas com potencial de interferir na evolução do diabetes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FIGUEIREDO, D.; COLOMEU, TALITA CRISTINA; GONZALEZ SCHUMACHER, NAYARA SIMON; STIVANIN-SILVA, L. G.; BETIM CAZARIN, CINTHIA BAU; MOLINA MELETTI, LAURA MARIA; ROMANI FERNANDES, LUIS GUSTAVO; PRADO, MARCELO ALEXANDRE; ZOLLNER, R. L.. Aqueous leaf extract of Passiflora alata Curtis promotes antioxidant and anti-inflammatory effects and consequently preservation of NOD mice beta cells (non-obese diabetic). International Immunopharmacology, v. 35, p. 127-136, . (11/06559-4, 11/15763-4, 13/25256-8)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FIGUEIREDO, Daniella de. Expressão de quinases dependentes de ciclinas (Cdks 1, 2, 4 e 6) em ilhotas pancreáticas de camundongos NOD (non-obese diabetic) tratados com extrato aquoso das folhas de Passiflora alata. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas Campinas, SP.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.