Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da produção de cárie artificial em esmalte através de biofilme bacteriano de Streptococos mutans

Processo: 11/15973-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Regina Maria Puppin Rontani
Beneficiário:Micaela Cardoso
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Desmineralização do dente   Placa bacteriana   Cárie dentária   Esmalte dentário   Bovinos

Resumo

Rotineiramente os trabalhos in vitro não traçam paralelos de progressão e regressão da lesão inicial de cárie, com parâmetros clínicos protocolares de diagnóstico desta lesão, como ICDAS. Este projeto será desenvolvido com o objetivo de identificar o efeito do tempo de desmineralização necessário para a produção in vitro de lesões de cárie em esmalte bovino, utilizando-se Biofilme Bacteriano de Streptococos Mutans, com características clínicas similares aquelas encontradas no critério ICDAS II (2009), códigos 1, 2, e 3. Este estudo pretende testar as hipóteses de que: i) diferentes tempos de desmineralização produzem lesões artificiais de cárie equiparáveis àquelas classificadas pelos códigos 1, 2 e 3 do ICDAS II; Serão utilizados os seguintes parâmetros de avaliação para identificação da produção da cárie, remineralização e desafio cariogênico: parâmetros clínicos (inspeção visual-ICDAS II (2009) e radiográfica); morfológicos: topografia e profundidade (MEV, microscopia de luz polarizada, microscopia confocal de varredura a Laser); e microdureza transversal (KHN). Estes parâmetros serão comparados estatisticamente através de teste estatístico apropriado para verificação da associação entre eles (p<0,05). (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.