Busca avançada
Ano de início
Entree

A ressignificação do espaço: produção e circulação de cultura contra-hegemônica nas periferias da cidade de São Paulo

Processo: 11/15982-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia - Geografia Humana
Pesquisador responsável:Francisco Capuano Scarlato
Beneficiário:Pedro Luiz Damião
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Produção cultural   Geografia urbana   Identidade cultural   Periferia   Sociologia urbana   São Paulo (SP)   Marginalidade social

Resumo

A cidade de São Paulo apresenta nas últimas três décadas a intensificação das contradições socioespaciais, principalmente no que diz respeito à lógica do processo de inclusão ao urbano, vivido pelos moradores das periferias da cidade. Muitas vezes a condição de precariedade dessa inclusão passa a ser ilusoriamente "atenuada" pelo consumo de produtos culturais hegemônicos de caráter espetáculo-midiático. No entanto, estes produtos não dialogam com a realidade vivenciada nas periferias, incutindo principalmente, nos jovens um sentimento de marginalização. Assim, como forma de se contrapor a este processo, parte destes jovens passaram a produzir bens culturais repletos de significação. Essa produção cultural se dá através de coletivos culturais localizados nas periferias, que na maioria das vezes não são vinculados política ou ideologicamente a nenhum grande agente cultural hegemônico. Dessa forma, estes coletivos culturais em questão se contrapõem e superam as determinações da homogeneização e padronização capitalista dos bens culturais, permitindo uma autoconscientização, bem como, situam e inserem de forma crítica o sujeito na sociedade. Promovem assim, relações sociais emancipatórias, levando os sujeitos envolvidos a atribuírem novos significados e valores aos elementos que constituem sua existência, como por exemplo, o espaço urbano, que passa a ser vivido. Nesse contexto, os coletivos culturais ganham importância. Desse modo propomos o estudo da ressignificação espacial mediada pela produção e circulação de cultura contra-hegemônica nas periferias da cidade de São Paulo. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
DAMIÃO, Pedro Luiz. A ressignificação do espaço: produção e circulação de cultura contra-hegemônica nas periferias de São Paulo. 2015. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.