Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência do modo de cultivo na pós-colheita de Brassica oleracea var. capitata "Chato de Quintal"

Processo: 11/16291-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Giuseppina Pace Pereira Lima
Beneficiário:Josiane Pereira da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Antioxidantes   Sistemas de cultivo   Sanitizantes   Pós-colheita

Resumo

Os produtos hortícolas orgânicos vêm ganhando mercado nos últimos anos e essa preferência do consumidor se deve a idéia de que são produtos vegetais livres de agrotóxicos. Geralmente, esses vegetais após a colheita são armazenados e sanitizados para o consumo, usando como produto químico o cloro. Nesse projeto propomos avaliar a influência do tipo de cultivo na produção de repolho, após a colheita avaliar a aplicação um sanitizante alternativo e seguro (ozônio), para os alimentos em substituição ao cloro, avaliar características bioquímicas, qualidade microbiológica e resíduos organoclorados. O experimento em campo será montado no delineamento blocos ao acaso, com quatro repetições em parcelas sub-divididas, 2X4 ( dois sistemas de cultivo (orgânico e convencional) e quatro tratamentos de sanitização (água, ozônio 1, ozônio 2 e cloro). A cultivar analisada será Chato de Quintal. No cultivo orgânico será feita adubação com Yoorim (fosfato natural P2O5 total 15%) e o convencional com a formulação 10-28-20. A colheita iniciará aproximadamente aos 85 dias após a semeadura. As características avaliadas serão: produção em massa fresca de repolho por unidade de área; ciclo de cultivo; peso da cabeça (PC), diâmetro do caule (DC), número de folhas componentes da saia (NF); índice de formato de cabeça (IFC) e ocorrência de pragas e doenças. Os repolhos colhidos serão tratados com água de abastecimento público, cloro e ozônio (duas concentrações) e armazenados em refrigeração. As análises químicas serão realizadas aos zero, sete, quatorze, vinte e um, vinte e oito e trinta e cinco dias. As análises microbiológicas serão realizadas no início (caracterização), 14 e 35 dias e os resíduos organoclorados apenas na colheita e após a submissão aos tratamentos.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVA, JOSIANE PEREIRA; COSTA, SERGIO MARQUES; DE OLIVEIRA, LUCIANA MANOEL; SOUZA VIEIRA, MARIZETE CAVALCANTE; VIANELLO, FABIO; PEREIRA LIMA, GIUSEPPINA PACE. Does the use of ozonized water influence the chemical characteristics of organic cabbage (Brassica oleracea var. capitata)?. JOURNAL OF FOOD SCIENCE AND TECHNOLOGY-MYSORE, v. 52, n. 11, p. 7026-7036, NOV 2015. Citações Web of Science: 2.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Josiane Pereira da. Modo de cultivo e sanitização na pós-colheita de repolho híbrido 'Fuyutoyo'. 2013. 85 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciencias Agronomicas (Campus de Botucatu) Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.