Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação e proposta de re-estruturação do sistema de vigilância epidemiológica da raiva canina para o estado de São Paulo

Processo: 11/16400-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Fernando Ferreira
Beneficiário:Camila Marinelli Martins
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Zoonoses   Vírus da raiva   Vigilância epidemiológica   Análise de risco   Cães   Vacinação em massa   São Paulo

Resumo

A raiva é uma zoonose mundial com quase 100% de letalidade em todas as espécies. No Brasil, há um número considerável de casos humanos e de animais domésticos e selvagens que são capazes de transmitir a doença. No entanto, o papel do cão tem diminuído nos últimos anos, principalmente devido às intervenções de vacinação recomendadas pelo Ministério da Saúde. Em São Paulo a situação não é diferente, já que o programa estadual de controle da raiva, com sucesso, diminuiu a detecção da variante canina do vírus. Apesar de uma mudança de cenário epidemiológico da raiva tem sido observada, nenhuma mudança na abordagem da doença tem sido proposta. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar o sistema de vigilância epidemiológica da raiva canina de estado de São Paulo, realizar uma análise de risco da reintrodução da variante canina do vírus em um cenário de suspensão da campanha de vacinação e desenvolver uma proposta de vigilância para o mesmo cenário. A avaliação do sistema de vigilância será com base nas diretrizes propostas pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos e a análise de risco de reintrodução da variante canina do vírus rábico irá seguir a metodologia proposta pela Organização Mundial de Saúde Animal. Com os resultados pretende-se propor um sistema de vigilância que pode aceitar cenário vacina suspensão considerando os resultados da análise de risco. (AU)