Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização dos loci a e b associados ao tipo de reação sexual em Sporisorium scitamineum, agente causador do carvão da cana-de-açúcar

Processo: 11/16503-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Claudia Barros Monteiro Vitorello
Beneficiário:Maria Carolina Pezzo Kmit
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil

Resumo

Sporisorium scitamineum é um fungo basidiomiceto causador do carvão da cana-de-açúcar, uma doença com impacto negativo no cultivo da cana-de-açúcar, e com ocorrência em todos os países produtores. S. scitamineum é biotrófico e dimórfico, variando entre uma fase haplóide (leveduriforme) e uma fase infecciosa dicariótica (micelial). A manifestação da doença na cultura da cana depende da formação de uma hifa dicariótica a partir da anastomose de duas hifas haplóides compatíveis com relação ao tipo de reação sexual (mating-type). O controle do cruzamento sexuado (mating) é realizado pela expressão de um conjunto de genes presentes em dois loci, a e b. O locus a codifica um lipopeptídeo com função de feromônio e um receptor de feromônio, responsáveis pelo reconhecimento de células compatíveis e fusão de hifas, enquanto o locus b codifica fatores de transcrição responsáveis pela manutenção das hifas dicarióticas durante o processo de infecção e crescimento do fungo dentro da planta. Apesar de desempenharem função essencial no processo de infecção e manutenção da doença em cana-de-açúcar, o conhecimento a respeito da organização genômica ou da função dos demais genes presentes nos locus a e b em S. scitamineum e em outros fungos causadores de carvão é ainda insipiente. Desta forma, o objetivo geral deste projeto está relacionado a isolar as regiões genômicas relacionadas ao cruzamento em S. scitamineum e analisá-las comparativamente com regiões similares já descritas e depositadas em bancos de dados públicos. Para o isolamento destas regiões, será utilizada uma biblioteca genômica de BAC de uma linhagem de S. scitamineum, a SSC39, isolada de uma variedade de cana-de-açúcar com sintomas de alta susceptibilidade. Os clones serão selecionados por hibridização a uma sonda preparada a partir da amplificação de uma região de 450 pb do locus b utilizando primers descritos na literatura. Os insertos serão sequenciados e anotados de maneira comparativa ao descrito para os fungos com genoma completamente sequenciados, U.maydis e S. reilianum, que também são causadores de carvão. Serão ainda selecionados genes de cada locus para uma comparação entre células haplóides de S. scitamineum com tipos de reação sexual compatíveis. Pretende-se desta forma contribuir com o entendimento sobre o mecanismo molecular de reconhecimento entre as hifas e a manutenção do micélio dicariótico infectivo nesse patossistema.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
KMIT, Maria Carolina Pezzo. Caracterização de genes associados ao tipo de reação sexual em Sporisorium scitamineum, agente causador do carvão da cana-de-açúcar. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.