Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação da corticosterona e da adrenalina na reexposição à tarefa de condicionamento de medo ao contexto:Efeitos sobre a persistência da memória?

Processo: 11/16977-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Deborah Suchecki
Beneficiário:Mariella Bodemeier Loayza Careaga
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Adrenalina   Corticosterona   Memória (psicologia)   Metirapona   Propranolol

Resumo

Os processos mnemônicos, como aprendizagem e memória, são essenciais para nossa adaptação às modificações do ambiente e, consequentemente, para nossa sobrevivência. Diversos estudos indicam o envolvimento dos hormônios secretados pelas glândulas adrenais (glicocorticóides e adrenalina), durante situações de estresse, na regulação das funções mnemônicas. É interessante ressaltar a interação de complementaridade que existe entre esses dois sistemas no que diz respeito às memórias aversivas. Os glicocorticóides melhoram o desempenho de animais em uma faixa de concentração plasmática intermediária, tornando-se prejudiciais tanto em concentrações muito baixas, quanto muito altas. Neste sentido, a administração de metirapona (um inibidor da síntese de corticosterona) 90 min antes da evocação da tarefa de condicionamento de medo ao contexto, prejudica essa função, mas resulta em aumento da resposta de medo em uma segunda re-exposição, sugerindo que concentrações reduzidas de glicocorticóides em uma situação que deveria produzir aumento de sua secreção (primeira re-exposição) possam liberar o sistema adrenérgico da modulação pelo feedback negativo, causando assim uma hiper-secreção de adrenalina, o que pode levar ao aumento do medo na segunda re-exposição. Assim, o objetivo deste estudo é investigar a função desses sistemas de resposta ao estresse na evocação e na persistência da memória de medo contextual. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAREAGA, MARIELLA B. L.; TIBA, PAULA A.; OTA, SIMONE M.; SUCHECKI, DEBORAH. Pre-test metyrapone impairs memory recall in fear conditioning tasks: lack of interaction with I--adrenergic activity. FRONTIERS IN BEHAVIORAL NEUROSCIENCE, v. 9, MAR 3 2015. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.