Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo clínico e molecular da fadiga e suas correlações com padrão de sono e qualidade de vida em crianças e adolescentes com câncer

Processo: 11/17006-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem - Enfermagem Pediátrica
Pesquisador responsável:Milena Jorge Simões Flória Lima Santos
Beneficiário:Emiliana de Omena Bomfim
Instituição-sede: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto (EERP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fadiga   Distúrbios do sono   Qualidade de vida   Oncologia   Biologia molecular

Resumo

Diversos trabalhos têm explorado a hipótese de participação do sistema imunológico, via liberação de citocinas, na fadiga e transtornos de sono, em adultos com câncer. Entretanto, estudos com crianças e adolescentes acometidos por neoplasias malignas são escassos internacionalmente e ausentes no Brasil. O objetivo desta pesquisa é investigar os níveis séricos de citocinas pró-inflamatórias (IL-1, IL-6, TNF-±) e avaliar polimorfismos de genes que as codificam, a fim de correlacioná-los com a fadiga e o padrão de sono em crianças e adolescentes com câncer. Trata-se de um estudo quantitativo, do tipo descritivo, transversal, que visa integrar a pesquisa clínica e molecular, no contexto do cuidado de saúde baseado em genômica. Para tal, integra-se ao projeto de doutorado (FAPESP 2010/20055-6) intitulado: "Avaliação da fadiga em crianças e adolescentes com câncer e sua relação com padrão de sono e qualidade de vida". Após aprovação pelo CEP/EERP/USP, os dados serão coletados no Serviço de Pediatria do HCFMRP/USP. Serão sujeitos de pesquisa 100 jovens hospitalizados, que após preencherem as escalas para mensurar fadiga e transtornos de sono no projeto acima citado, terão uma amostra de sangue colhida para dosagem sérica das citocinas IL-1, IL-6, TNF-± e tipagem de polimorfismos dos genes codificadores dessas citocinas. Será realizada análise estatística descritiva e para o estudo das correlações entre dados clínicos e laboratoriais o coeficiente de correlação de Pearson. Com base nesses achados poderão ser propostas intervenções de enfermagem que visem minimizar o sofrimento de jovens acometidos por neoplasias malignas e de seus familiares.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BOMFIM, Emiliana de Omena. Correlações entre citocinas pró e anti-inflamatórias com a fadiga, padrão de sono e qualidade de vida em crianças e adolescentes com câncer. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.