Busca avançada
Ano de início
Entree

Novas aplicações da BAC empregando nano partículas magnéticas

Processo: 11/18696-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 12 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica de Processos e Sistemas
Pesquisador responsável:José Ricardo de Arruda Miranda
Beneficiário:Caio César Quini
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/07639-9 - Motilidade gastrintestinal: investigações clínicas, fisiopatológicas e biofarmacêuticas, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):13/20842-6 - Avaliação da influência do câncer de pâncreas nas funções metabólicas hepática e renal, BE.EP.DR
Assunto(s):Nanopartículas   Física médica

Resumo

A Biosusceptometria de Corrente Alternada (BAC) é uma técnica biomagnética de baixo custo, versátil, de fácil manuseio e livre de radiação ionizante que sempre foi empregada em estudos envolvendo o trato gastrintestinal (TGI). Apresenta sensibilidade razoavelmente alta em medidas in vivo (animal e humano) e opera através de bobinas de indução detectando a presença de material com alta susceptibilidade magnética. Em diversos estudos a BAC mostrou-se acurada para avaliar desde esvaziamento gástrico, passando por trânsito gastrintestinal e culminando em medidas da atividade de contração gástrica e intestinal, além de apresentar bons resultados em avaliação de formas farmacêuticas sólidas. Em todos estes estudos foram empregados partículas magnéticas (ferritas) de tamanho da ordem de 50 µm. Com o desenvolvimento de materiais magnéticos nano estruturados que possuem alta susceptibilidade magnética e revestimentos seguros (inertes) passou-se a ser possível fazer biosusceptometria com nano fluido magnético. A presente proposta pretende empregar esta metodologia para avaliar o tempo de trânsito no TGI, o trânsito renal e seu clareamento e do fígado através de experimentação animal (ratos) em situações fisiológicas, desde a ingestão de nano fluido magnético até sua absorção e passagem por estes órgãos e por meio de infusão intravenosa, realizando imagens dinâmicas dos rins e fígado. Pretendem-se também empregar sistema multi sensores BAC para avaliar a dinâmica destas partículas no fluxo sanguíneos (coração). Estes estudos poderão contribuir para nova instrumentação biomédica de análise das funções destes sistemas e/ou órgãos contribuindo para o desenvolvimento científico e tecnológico de novos métodos de diagnóstico através de registros e imagem. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Técnica permite monitorar nanopartículas magnéticas em organismos vivos 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
QUINI, CAIO C.; PROSPERO, ANDRE G.; CALABRESI, MARCOS F. F.; MORETTO, GUSTAVO M.; ZUFELATO, NICHOLAS; KRISHNAN, SUNIL; PINA, DIANA R.; OLIVEIRA, RICARDO B.; BAFFA, OSWALDO; BAKUZIS, ANDRIS F.; MIRANDA, JOSE R. A. Real-time liver uptake and biodistribution of magnetic nanoparticles determined by AC biosusceptometry. Nanomedicine-Nanotechnology Biology and Medicine, v. 13, n. 4, p. 1519-1529, MAY 2017. Citações Web of Science: 9.
QUINI, CAIO C.; MATOS, JULIANA F.; PROSPERO, ANDRE G.; CALABRESI, MARCOS FELIPE F.; ZUFELATO, NICHOLAS; BAKUZIS, ANDRIS F.; BAFFA, OSWALDO; MIRANDA, JOSE RICARDO A. Renal perfusion evaluation by alternating current biosusceptometry of magnetic nanoparticles. Journal of Magnetism and Magnetic Materials, v. 380, p. 2-6, APR 15 2015. Citações Web of Science: 6.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
QUINI, Caio César. Biosusceptometria de corrente alternada para avaliação de esvaziamento gástrico e trânsito gastrintestinal. 2011. 32 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Botucatu). Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.