Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dás atividades citotóxica, genotóxica E antioxidante dò extrato hidroalcoólico dè Styrax camporum E dós seus marcadores químicos, egonol E homoegonol, E DA sua influência sôbre òs danos N‚O material genético E lesões pré-neoplásicas

Processo: 11/21310-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Mutagênese
Pesquisador responsável:Denise Crispim Tavares Barbosa
Beneficiário:Pollyanna Francielli de Oliveira
Instituição-sede: Pró-Reitoria Adjunta de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade de Franca (UNIFRAN). Franca , SP, Brasil

Resumo

A família Styracaceae é conhecida popularmente devido à produção de resinas balsâmicas com propriedades bacteriostáticas e fungicidas denominadas por "benjoin", na qual o ácido benzoico é o principal constituinte. Esta resina é amplamente utilizada na medicina tradicional para o tratamento de desordens respiratórias. O gênero Styrax é o mais importante representante da família Styracaceae por possuir cerca de 130 espécies e um grande volume de informações. Este gênero difere dos outros gêneros da família por produzir um material resinoso secretado a partir de lesões ocasionadas no caule. Diferentes classes de metabólitos especiais como lignanas, neolignanas e norlignanas do tipo benzofurânicas e triterpenos foram encontrados como constituintes prevalentes no gênero. A espécie Styrax camporum Pohl é conhecida popularmente como "benjoeiro", "estoraque-do-campo" e "cuia-do-brejo". A planta adulta pode atingir uma altura média de 6 a 10 metros e diâmetro do tronco de 30 a 40 centímetros. No Brasil, ocorre nos Cerrados de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul e na floresta semidecídua da bacia do Paraná. A etnofarmacologia retrata o uso de S. camporum no tratamento de problemas gástricos. Estudos fitoquímicos demonstraram as lignanas benzofurânicas egonol e homoegonol como marcadores químicos do gênero Styrax. Algumas importantes atividades biológicas têm sido descritas na literatura para esses compostos, como a atividade antiproliferativa, antibacteriana, antifúngica e imunomodulatória. Visto que as atividades biológicas apresentadas pelo extrato e pelos compostos egonol e homoegonol podem possuir aplicações clínicas relevantes, torna-se importante a avaliação do seu efeito sobre o material genético, bem como a sua influência sobre as lesões genômicas e cromossômicas induzidas por diferentes mutágenos. Neste sentido, o presente trabalho tem como objetivo avaliar a possível atividade citotóxica, genotóxica e carcinogênica do extrato hidroalcoólico dos caules de S. camporum e seus marcadores químicos egonol e homoegonol, bem como avaliar o seu efeito modulador de danos no material genético induzidos por mutágenos com diferentes mecanismos de ação. Adicionalmente, o presente estudo objetiva a realização de uma série de dosagens de produtos do estresse oxidativo a fim de entender melhor o efeito do extrato e de seus marcadores químicos no organismo. Para tais avaliações serão utilizados sistemas-teste in vivo e in vitro.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE OLIVEIRA, POLLYANNA FRANCIELLI; MUNARI, CARLA CAROLINA; NICOLELLA, HELOIZA DINIZ; SOLA VENEZIANI, RODRIGO CASSIO; TAVARES, DENISE CRISPIM. Manool, a Salvia officinalis diterpene, induces selective cytotoxicity in cancer cells. Cytotechnology, v. 68, n. 5, p. 2139-2143, OCT 2016. Citações Web of Science: 3.
MIURA, BARBARA A.; FERREIRA, NATALIA H.; OLIVEIRA, POLLYANNA F.; DE FARIA, EMERSON H.; TAVARES, DENISE C.; ROCHA, LUCAS A.; CIUFFI, KATIA J.; NASSAR, EDUARDO J. Functionalization of luminescent YVO4:Eu3+ nanoparticles by sol-gel. Journal of Luminescence, v. 159, p. 93-99, MAR 2015. Citações Web of Science: 12.
DE OLIVEIRA, POLLYANNA FRANCIELLI; FURTADO, RICARDO ANDRADE; ACESIO, NATHALIA OLIVEIRA; LEANDRO, LUIS FERNANDO; MONTANHEIRO, GIOVANNA; DE PADUA, FRANCISNELA CORREA; CORREA, MARIANA BELTRAME; BRAGUINI, CAIO GUEDES; PAULETTI, PATRICIA MENDONCA; TAVARES, DENISE CRISPIM. In Vivo Protective Activity of Styrax camporum Hydroalcoholic Extract against Genotoxicity Induced by Doxorubicin and Methyl Methanesulfonate in the Micronucleus and Comet Assays. Planta Medica, v. 78, n. 18, p. 1899-1905, DEC 2012. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.