Busca avançada
Ano de início
Entree

Aspectos histológicos e funcionais de ratas jovens, adultas e idosas: estudo comparativo

Processo: 11/22564-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Andréia Affonso Barretto Montandon
Beneficiário:Fernanda Bortolotti
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento   Músculos   Ratos   Osso e ossos   Geriatria

Resumo

O envelhecimento é reconhecido como sendo um processo progressivo, gradual e variável, caracterizado pela perda crescente de reserva funcional, e tendo como conseqüência, alterações morfológicas, fisiológicas, bioquímicas e psicológicas. Este estudo comparativo foi proposto com a finalidade de verificar os aspectos histológicos e funcionais dos tecidos muscular e ósseo em ratas jovens, adultas e idosas. Após aprovação do presente estudo no Comitê de Ética em Experimentação Animal da Faculdade de Odontologia de Araraquara - UNESP, serão utilizadas 35 ratas (Rattus norvegicus albinus, Holtzman) com peso corporal variável entre 120g a 650g. Estas serão divididas em três grupos, sendo 10 com idades de 120 dias de idade (04 meses), 10 animais adultos com 180 dias de idade (06 meses) e 15 animais idosos com 540 dias de idade (18 meses). Após decaptação, será realizada a análise sanguínea (taxas de colesterol, triglicerídeos, glicemia, cálcio sérico, uréia e creatinina), a análise da massa muscular (peso) e massa do fêmur (o músculo gastrocnêmio esquerdo será fixado em formol tamponado 10% por 72 horas e processado para inclusão em parafina, corado em HE e Tricrômico de Masson, para análise histológica), a análise de cálcio ósseo, analizando-se a quantidade de cálcio por grama de cinza e a análise de proteína do Músculo Gastrocnêmio. De cada animal, 200g do músculo gastrocnêmio será extraído e digerido em ácido perclórico. O produto da digestão será então centrifugado e o sobrenadante obtido será diluído e analisado para determinação do conteúdo de proteína. Para conhecimento das diferenciações entre os grupos, será utilizada a análise de variância - ANOVA - seguida pelo teste de comparação múltipla de Bonferroni.