Busca avançada
Ano de início
Entree

Fratura de ângulo de mandíbula: avaliação do comportamento mecânico do osso variando o material para fixação (TiCP e TiMo) e a técnica de fixação interna rígida (Champy e AO/ASIF), com o método dos elementos finitos tridimensional

Processo: 11/22627-0
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Eduardo Passos Rocha
Beneficiário:Gustavo Barbosa de Oliveira
Instituição Sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Prótese dentária   Osso e ossos   Biomateriais   Titânio   Propriedades mecânicas   Análise numérica   Método dos elementos finitos
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Biomaterial | Elementos Finitos | Fixaçao interna rígida | Osso | titânio | Prótese dentária

Resumo

Analisar o comportamento mecânico do osso após a simulação de fratura do ângulo mandibular e subsequente fixação interna rígida dos segmentos utilizando placas e parafusos confeccionados a partir de titânio comercialmente puro (TiCP) e de uma liga experimental de titânio-molibdênio (TiMo). Além disso, duas técnicas de fixação interna rígida serão analisadas: técnica de Champy e técnica da AO/ASIF.Materais e métodos: a imagem tomográfica de uma réplica física da mandíbula em material radiopaco será utilizada para a geração de um modelo geométrico semelhante ao modelo físico, com o auxílio do programa Mimics 13.0. As placas e parafusos serão modelados no programa de desenho gráfico SolidWorks, v.2009, e adaptados à mandíbula. Desta forma, 4 modelos geométricos representando parte do corpo, do ramo e ângulo mandibular, com a fratura na região do ângulo fixada com placas e parafusos, especificarão os seguintes grupos: grupo 1 - segmento de mandíbula com fratura angular com fixação interna rígida, pela técnica de Champy, utilizando placa e parafusos de titânio comercialmente puro (TiCP), grupo 2 - segmento de mandíbula com fratura angular com fixação interna rígida, pela técnica de Champy, utilizando placa e parafusos de uma liga experimental a base de titânio-molibdênio (TiMo); grupo 3 - segmento de mandíbula com fratura angular com fixação interna rígida, fixada pela técnica da Associação para estudo das Association Osteosynthesis/Association for the Study of Internal Fixation (AO/ASIF), utilizando placa e parafusos de titânio comercialmente puro (TiCP); grupo 4 - segmento de mandíbula com fratura angular com fixação interna rígida, fixada pela técnica da AO/ASIF, utilizando placa e parafusos de uma liga experimental a base de titânio-molibdênio (TiMo). Em todas as simulações, a região transversal do ramo será fixada nos eixos x, y e z (x=y=z=0). Um carregamento de 200N será aplicada na superfície oclusal do 1º molar mandibular. A análise numérica será realizada no programa de elementos finitos Ansys Workbench 10.0. Resultados: os resultados serão obtidos utilizando a tensão equivalente de von Mises (ÃvM) para as placas e parafusos; e a tensão principal máxima (Ãmax), tensão principal mínima (Ãmin), e a deformação principal máxima (max) para o osso mandibular.(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)