Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da fadiga em meio úmido e da variação de pH sobre o crescimento subcrítico de trincas em uma cerâmica odontológica

Processo: 11/23544-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de fevereiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Antonio Olavo Cardoso Jorge
Beneficiário:Nathália de Carvalho Ramos Ribeiro
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Microbiologia oral   Porcelana dentária   Resistência à flexão   Fadiga dos materiais   Biofilmes   Análise de dados

Resumo

O objetivo do trabalho será avaliar a tolerância à propagação de trincas e resistência de uma cerâmica odontológica. Serão analisados a influência do meio úmido e da oscilação de pH, aliados às fadigas estática e dinâmica com ensaio de resistência flexural biaxial. Cem discos cerâmicos (15 mm de diâmetro e 1,2 mm de espessura) serão feitos de uma cerâmica de recobrimento (Vita VM7, Vita Zahnfabrik, Bad Sackingen, Alemanha). Dez espécimes serão indentados em um durômetro Vickers para serem avaliados quanto à resistência inerte e servirão como grupo controle. Dez espécimes serão polidos apenas para sofrerem indentação e mensuração do defeito criado. Os demais espécimes serão indentados e então submetidos a armazenagem em água destilada (37° C) ou em meio de cultura de S. mutans/solução remineralizante por 28 d, sob carga de 9,8 N. Essas amostras serão submetidas ao ensaio de flexão biaxial sob quatro condições de carregamento (0,1; 1; 10 e 100 MPa/s), a fim de se determinar os parâmetros de crescimento subcrítico da trinca. A correlação log-log das variáveis resistência flexural e taxa de carregamento será usada para determinar os parâmetros de CST. A análise dos dados de resistência (MPa) será efetuada, inicialmente, por meio de uma abordagem exploratória. A seguir, de uma análise inferencial. O teste estatístico mais apropriado seguirá uma abordagem paramétrica (Anova 2- fatores) se os valores resíduos do modelo propiciarem um adequado ajuste, seguindo uma distribuição normal de probabilidade. O nível de significância adotado será o valor convencional de 5%. Análise com MEV será feita para avaliação das características de fratura.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)