Busca avançada
Ano de início
Entree

Habilidades auditivas e de linguagem de crianças usuárias de implante coclear: análise dos marcadores clínicos de desenvolvimento

Processo: 11/20494-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Rubens Vuono de Brito Neto
Beneficiário:Mariane Perin da Silva
Instituição-sede: Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Implante da cóclea   Audiologia   Perda auditiva

Resumo

O objetivo da presente pesquisa busca identificar os marcadores clínicos de desenvolvimento das habilidades auditivas e de linguagem de crianças usuárias de implante coclear. A pesquisa será desenvolvida no Centro de Pesquisas Audiológicas (CPA) do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofacial (HRAC) da Universidade de São Paulo (USP) e será dividida em três fases: 1) Investigar os principais fatores que influenciam no desenvolvimento das habilidades auditivas e de linguagem por meio da revisão sistemática da literatura; 2) Identificar as variáveis sócio-demográficas e audiológicas das crianças que receberam o implante coclear até os três anos de idade; 3) Investigar os principais marcadores clínicos e quais os fatores que interferem no desenvolvimento das habilidade auditivas e de linguagem em crianças implantadas até os três anos de idade. Farão parte da amostra da presente pesquisa todas as crianças que receberam o implante coclear antes dos três anos de idade até dezembro de 2012. Destaca-se que, até o presente momento, o CPA atende 952 usuários de implante coclear, sendo 396 implantados antes dos três anos de idade. Serão analisados os resultados das avaliações realizadas de rotina conforme o protocolo do CPA no dia da ativação do dispositivo eletrônico, após três, seis, nove, 12, 18 e 24 meses e os resultados dos retornos anuais das crianças até no máximo os 12 anos de idade. Destaca-se que as variáveis analisadas para a definição dos marcadores serão: idade na cirurgia de implante coclear, idade na ativação do implante coclear, realização da terapia fonoaudiológica, classificação sócio-econômica, envolvimento familiar e análise das categorias de audição e linguagem do paciente. A análise estatística será executada respeitando os pressupostos determinados pelos resultados, características e comportamento das variáveis do estudo.