Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil transcriptômico comparativo de macrófagos em cultura, infectados com isolados clínicos de Mycobacterium tuberculosis com diferentes perfis de resistência a quimioterápicos

Processo: 11/21587-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Mario Hiroyuki Hirata
Beneficiário:Gabriela Guimarães Sousa Leite
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Mycobacterium tuberculosis   Transcriptoma   Macrófagos   Biologia molecular   Resistência microbiana a medicamentos

Resumo

A tuberculose (TB) é uma doença infecto-contagiosa conhecida há séculos de difícil tratamento em decorrência do aumento dos casos de resistência e pelo fato do arsenal de fármacos disponíveis no mercado ser pequeno. Muitas destas resistências estão relacionadas com mutações em genes específicos da M. tuberculosis, impedindo a ação dos principais fármacos anti-TB. O sucesso do bacilo e progressão da TB também é decorrente da capacidade da M. tuberculosis de sobreviver dentro de macrófagos, sendo capaz de modular vias metabólicas específicas que culminam na evasão do sistema imunológico. O macrófago é um dos principais efetores na resposta imune contra a M. tuberculosis. No seu interior o ambiente é hostil para os bacilos, pelo pH muito baixo, e pela alta quantidade de peróxido de hidrogênio (H2O2) e óxido nítrico (NO). No entanto alguns isolados clínicos de M. tuberculosis são capazes de evadir destes mecanismos, tanto pelo aumento da expressão de catalases e peroxidades, como pela produção de amônias que alcalinizam o meio. Além disso, estudos demonstram a participação de pequenos RNAs não codificadores (sRNA) no processo de persistência micobacteriana intramacrofágica. Cepas de M. tuberculosis, como H37Rv ou isolados clínicos mono ou multi-resistentes, incluindo Beijing, parecem apresentar perfis distintos de persistência intramacrofágica, indicando diferentes formas de interação bacilo-macrófago. A compreensão dos mecanismos pelos quais alguns bacilos conseguem permanecer viáveis em um estado latente dentro do granuloma ou dentro de macrófagos é necessária para o conhecimento da doença, e o entendimento das vias metabólicas envolvidas na interação bacilo-macrófago podem trazer informações úteis para a seleção de novos alvos terapêuticos para o desenvolvimento de novos fármacos pelas indústrias farmacêuticas. Desta maneira este estudo tem como objetivo analisar o transcriptoma de macrófagos infectados com isolados clínicos de Mycobacterium tuberculosis com variado perfil de resistência a quimioterápicos, por sequenciamento de alto desempenho. Serão isolados RNAs mensageiros de macrófagos infectados com isolado clínico mono e multiresistentes (incluindo cepa Beijing) e cepa padrão H37Rv para sequenciamento em SOLID 5500xl. Os perfis dos transcriptomas dos macrófagos serão analisados e comparados para determinação dos mecanismos bioquímicos envolvidos na evasão bacilar e persistência intramacrofágica de cepas de M. tuberculosis. (AU)