Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da expressão de MMP-1 e VEGF na lâmina própria da via eruptiva de molares de ratos

Processo: 11/23064-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Paulo Sergio Cerri
Beneficiário:José Paulo de Pizzol Júnior
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Matriz extracelular   Erupção dentária   Metaloproteinase 1 da matriz   Fatores de crescimento do endotélio vascular   Imuno-histoquímica

Resumo

A erupção dentária consiste em um fenômeno complexo responsável pelo movimento do germe dentário a partir da cripta óssea para o plano oclusal. Durante este processo, alterações estruturais, tais como degradação e remodelação da matriz extracelular da lâmina própria, são necessária para o estabelecimento da via eruptiva. O colágeno, o principal componente da matriz extracelular da lâmina própria, deve ser degradado durante o processo eruptivo. Quando a matriz extracelular é remodelada, a microvasculatura da lâmina própria deve ser reorganizada, evitando a exposição do tecido conjuntivo e dos vasos sanguíneos ao meio oral. O propósito deste estudo é investigar possíveis alterações no arranjo e quantidade de fibras colágenas; além disso, alterações quantitativas na microvasculatura serão também avaliadas na lâmina própria durante a erupção dentária. Ratos com 09, 11, 13 e 16 dias de idade serão sacrificados e fragmentos da maxila contendo o 1º molar serão imediatamente fixados em formaldeído. Após descalcificação, os fragmentos serão processados e incluídos em parafina. Cortes sagitais corados com H/E serão utilizados para seleção da área de interesse. Cortes de maxila contendo a via eruptiva do 1º molar superior serão submetidos ao método Pircosirius com o objetivo de amplificar a birrefringência das fibras colágenas e, desse modo, realizar análise morfológica ao microscópio com luz polarizada. A expressão de metaloproteinase da matriz-1 (MMP-1) e VEGF (marcador de célula endotelial) na lãmina própria serão investigadas por meio de imuno-histoquímica. A densidade numérica de vasos sanguíneos na lâmina própria da via eruptiva será obtida usando um sistema de análise de imagens (Image-Pro Express, Olympus). A diferenças entre os grupos serão estatisticamente analisadas usando o programa Sigma Stat 2.0 (Jandel Scientific, Sausalito, CA).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE PIZZOL JUNIOR, JOSE PAULO; SASSO-CERRI, ESTELA; CERRI, PAULO SERGIO. Matrix Metalloproteinase-1 and Acid Phosphatase in the Degradation of the Lamina Propria of Eruptive Pathway of Rat Molars. CELLS, v. 7, n. 11 NOV 2018. Citações Web of Science: 1.
DE PIZZOL JUNIOR, JOSE PAULO; SASSO-CERRI, ESTELA; CERRI, PAULO SERGIO. Apoptosis and reduced microvascular density of the lamina propria during tooth eruption in rats. Journal of Anatomy, v. 227, n. 4, p. 487-496, OCT 2015. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.