Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo de proteínas glicosiladas e metabólitos em carcinoma epidermóide de cavidade oral

Processo: 11/23353-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Eloiza Helena Tajara da Silva
Beneficiário:Giovana Mussi Polachini
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/51168-0 - Fatores ambientais, clínicos, histopatológicos e moleculares associados ao desenvolvimento e ao prognóstico de carcinomas epidermoides de cabeça e pescoço, AP.TEM
Assunto(s):Neoplasias de cabeça e pescoço   Neoplasias esofágicas   Carcinoma de células escamosas   Metabólitos

Resumo

O carcinoma epidermóide de cavidade oral (CECO) é um dos tipos de câncer mais comuns e seus principais fatores de risco são o tabagismo e o consumo de bebidas alcoólicas. Apesar de intensa pesquisa e de avanços recentes em detecção e estratégias terapêuticas, a taxa de sobrevida em cinco anos continua baixa neste grupo de tumores. A Genômica e a Proteômica têm fornecido ferramentas poderosas para estudar a biologia de muitos tumores, incluindo o carcinoma oral. Embora essas abordagens tenham como foco variações genéticas e protéicas, a Metabolômica busca mudanças metabólicas que ocorrem em resposta a fatores genéticos, ambientais ou de estilo de vida.A glicosilação de proteínas é uma modificação pós-traducional muito comum. A maioria dos receptores de superfície celular é glicosilada e há muitas evidências de que os N-glicanos modulam sua conformação e atividade. A glicosilação aberrante de proteínas tem sido associada a diversas doenças incluindo o câncer. Da mesma forma que para o Proteoma, alterações do Metaboloma têm sido relacionadas ao câncer. O objetivo do presente estudo é a busca de proteínas glicosiladas e metabólitos diferencialmente expressos em carcinoma epidermóide oral que possam ser usadas para prognóstico e monitorização da doença. O estudo será realizado em linhagens celulares de carcinoma epidermóide oral, amostras primárias de tumor, e plasma/soro de pacientes e controles saudáveis, combinando cromatografia líquida e espectrometria de massas, espectroscopia de ressonância nuclear magnética e diferentes experimentos de validação e ensaios funcionais. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Proteínas auxiliam na avaliação do prognóstico de pacientes com câncer de boca 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.