Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do desbalanço de cobre e zinco na viabilidade e geração de espécies reativas em células de neuroblastoma

Processo: 11/22949-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Giselle Cerchiaro
Beneficiário:Andreza Cândido Matias
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/50765-2 - Estudo de processos oxidativos e radicalares envolvendo o cobre no meio biológico: uma investigação de mecanismos moleculares da atividade oxidante de complexos e proteínas contendo cobre, AP.JP
Bolsa(s) vinculada(s):12/06754-4 - Síntese, caracterização e aplicação de ligantes do tipo tripodal com seletividade para Cu(II) no meio celular, BE.EP.DD
Assunto(s):Doenças neurodegenerativas   Neuroblastoma   Complexos de cobre   Zinco

Resumo

Elucidar os mecanismos pelos quais os radicais livres e espécies oxidantes atuam em processos fisiológicos torna-se cada vez mais complexo, especialmente aqueles envolvendo metais de transição com elevada atividade redox como o cobre, ou participante de muitas funções celulares como o zinco. Nesta área de pesquisa, o papel da homeostase dos metais de transição necessários ao metabolismo e sua participação em processos degenerativos estão pouco elucidados, especialmente em nível molecular. Pretende-se neste projeto elucidar como o desbalanço da disponibilidade de metais de transição como o cobre e o zinco afetam o ciclo celular, a apoptose, aspectos do metabolismo e a geração de radicais livres e danos oxidativos nas células, especialmente em células de neuroblastomas, que serão utilizadas como modelo de células neuronais, a fim de verificar se este fator está envolvido em geração de agregação proteica e outros aspectos consequentes e causais de algumas doenças neurodegenerativas. (AU)