Busca avançada
Ano de início
Entree

Impactos do nitrogênio sobre o rendimento de milho e eficiência de uso do nutriente em ambientes de estresses contrastantes

Processo: 11/23303-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Klaus Reichardt
Beneficiário:Adilson Nunes da Silva
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Produtividade   Fisiologia vegetal   Fertilizantes nitrogenados

Resumo

A absorção do nitrogênio pela cultura do milho ocorre de forma diferenciada nos diferentes estádios de desenvolvimento deste vegetal, estudos em relação às melhores épocas de aplicação e as formas de absorção do nutriente pela planta são de extrema importância para o melhor manejo dessa cultura, e o entendimento da influência das características fisiológicas com a absorção desse nutriente poderão contribuir para o melhor uso do nutriente na cultura do milho. Com isso, o objetivo deste estudo é verificar as respostas fisiológicas da cultura do milho, em função da época de aplicação da uréia em cobertura, e a sua relação com a capacidade de absorção, aproveitamento do fertilizante e produtividade de grãos. Serão desenvolvidos dois experimentos em condições de campo em área experimental pertencente ao CENA/USP. No primeiro experimento serão avaliadas as características fisiológicas de milho em função das épocas de aplicação da uréia fertilizante em cobertura, sendo relacionados com a produtividade da cultura e aproveitamento do fertilizante. No segundo experimento serão avaliadas as características fisiológicas relacionadas à absorção foliar da amônia volatilizada, em cada época de aplicação da uréia fertilizante. Em ambos os experimentos os tratamentos constarão da aplicação do Nitrogênio em cobertura nas diferentes épocas de estudo, as épocas (tratamentos) serão os estádios fenológicos da cultura do milho V4, V6, V8, V10 e V12. As características fisiológicas a serem avaliadas nos experimentos serão: taxa fotossintética liquida, concentração subestomática de CO2, concentração atmosférica de CO2, condutância estomática, transpiração, densidade de fluxo de fótons fotossinteticamente ativos. A mensuração destas variáveis será realizada na folha totalmente desenvolvida de cada planta, por meio de um analisador de trocas gasosas de plantas (IRGA, mod. Lci-DC, ADC, Hoddesdon, UK), sendo as leituras realizadas entre 9 e 11 horas da manhã. Conjuntamente com essas avaliações, também será determinado o teor de clorofila por meio indireto (índice SPAD). As avaliações serão realizadas a partir do momento em que as plantas alcançarem os estádios de desenvolvimento seguindo a seguinte forma: V4+Testemunta, V4+V6+testemunha, V4+V6+V8+Testemunha, V4+V6+V8+V10+Testemunha, V4+V6+V8+V10+V12+Testemunha. Os dois experimentos serão repetidos duas vezes em cada estação de produção, nas safras 2011/2012 e 2012/2013. Espera-se com este estudo encontrar variáveis fisiológicas, da cultura do milho, relacionadas com a absorção do nitrogênio via radicular e foliar nas diferentes fases de desenvolvimento desta cultura.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVA, Adilson Nunes da. Impactos do nitrogênio sobre o rendimento de milho e eficiência de uso do nutriente em ambientes de estresses contrastantes. 2015. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.