Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão de moléculas indicadores de senescência celular e sua relação com o prognóstico clínico e fatores biológicos associados à supervivência em caninos afetados por neoplasias mamárias

Processo: 11/23737-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Noeme Sousa Rocha
Beneficiário:Francisco Javier Pedraza Ordóñez
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias mamárias

Resumo

A nível mundial, o câncer mamário constitui um importante problema de saúde publica desde que aproximadamente 300 mil mulheres morrem por ano e a taxa de incidência continua ascendente. Na Colômbia é considerada uma das mais frequentes afecções oncológicas nas mulheres, depois do câncer uterino e da pele. Os caninos tem mostrado similitude biológica no crescimento e evolução do câncer mamário compartilhado aspectos bioquímicos, epidemiológicos, clínico-patológicos e de resposta ao tratamento. Os marcadores moleculares aplicados nos tecidos permitem fazer um prognostico de malignidade e classificar as pacientes segundo a sua chance de suportar um tratamento quimioterapêutico e melhorar sua expectativa de vida. Na presente pesquisa utilizaram-se casos de neoplasias mamárias de caninos colombianos, que têm um acompanhamento clínico pós-cirúrgico, permitindo correlacionar a expressão de marcadores tumorais com a sobrevida dos animais. Propõe-se aqui a imunodetecção de marcadores associados a senescência celular que seriam testados pela primeira vez em caninos, abrindo a melhor rota de investigação se considera-se que, a morte celular e um aspecto chave nas pesquisas direcionadas à terapia do câncer mamário, desde que os estudos atuais em humanos tentam explorar se diminuindo a atividade de enzimas que atuam na fase G1 do ciclo celular pode-se reduzir o ponto crítico para desencadear a senescência em células ativadas por oncogenes. Alem disso, espera-se fortalecer as atividades de pesquisa entre universidades de Brasil e Colômbia para fomentar a produção de conhecimento, construindo capacidades científico-tecnológicas para o desenvolvimento integral dos países.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.