Busca avançada
Ano de início
Entree

Mensuração da produção lacrimal e sensibilidade corneana em cães com e sem olho seco

Processo: 11/21426-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Aline Adriana Bolzan
Beneficiário:Tatiane Villar
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Oftalmologia   Teste de Schirmer   Cães

Resumo

A doença do olho seco (DOS), também conhecida como ceratoconjuntivite seca, é uma das afecções oftálmicas mais incidentes na espécie canina, sendo decorrente, majoritariamente, de deficiências da porção aquosa do filme lacrimal. Diversos testes têm sido indicados para o seu diagnóstico, no entanto, muitos deles ainda não são bem explorados na oftalmologia veterinária. Concebeu-se, portanto, mensurar a produção lacrimal aquosa e a sensibilidade corneana, em cães com e sem a DOS. A produção lacrimal será aferida pelos testes do fenol vermelho e da lágrima de Schirmer. A sensibilidade da córnea será mensurada com o estesiômetro de Cochet-Bonnet (ceratoestesiometria). Objetiva-se comparar os resultados obtidos com os métodos propostos, em 30 cães, dentre os quais 15 portadores da DOS (G1) e 15 desprovidos da doença (G2). Os dados colhidos serão submetidos à avaliação estatística visando-se verificar a ocorrência de correlação entre a produção lacrimal e a sensibilidade corneana, nos grupos estudados. Investigar-se-á, igualmente, a interdependência entre estes parâmetros e dados epidemiológicos como os referentes à faixa etária, raça, idade e ao sexo dos animais (G1 e G2).