Busca avançada
Ano de início
Entree

Microtranscriptoma da oncogênese tireoideana: regulação pós-transcricional na tumorigênese e progressão do câncer de tireoide

Processo: 11/52051-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Edna Teruko Kimura
Beneficiário:Murilo Vieira Geraldo
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Progressão tumoral   MicroRNAs   Neoplasias da glândula tireoide

Resumo

A incidência de neoplasias da tireoide tem aumentado em todo o mundo. Em cerca de 5% dos casos de carcinoma papilífero (PTC), o tipo histológico mais prevalente de tumores tireoideanos, os tumores se comportam de forma agressiva, progredindo para tumores indiferenciados e refratários à terapêutica convencional, levando o paciente a óbito em até 5 anos. No PTC, as alterações genéticas melhor caracterizadas até o momento envolvem a ativação de uma via estimulatória da proliferação, a via MAPK. Recentes estudos de microarray mostram a desregulação da expressão de microRNAs (miRNA) no PTC. MiRNAs são pequenos RNAs não codificadores de proteínas envolvidos na regulação pós-transcricional da expressão gênica freqüentemente associados à tumorigênese e progressão tumoral. No câncer de tireoide, embora considerados promissores marcadores moleculares, o papel funcional destes miRNAs na fisiopatologia do câncer de tireoide permanece pouco explorado, principalmente no que diz respeito à perda de diferenciação encontrada nos carcinomas mais agressivos. Este projeto tem como objetivo identificar e entender o papel dos miRNAs na progressão tumoral do carcinoma papilífero. O painel de miRNAs diferencialmente expressos no tecido tireoideano obtido de camundongos transgênicos para o oncogene BRAFT1799A será identificado por meio da tecnologia de sequenciamento de última geração SOLiD (CEFAP-ICB-USP) seguido de análise in sílico. Os miRNAs diferencialmente expressos serão analisados funcionalmente em linhagens celulares de carcinoma tireoideano com o intuito de identificar miRNAs de relevância nos processos de tumorigênese e progressão tumoral, abrindo perspectivas para o desenvolvimento de novas estratégias para a terapia e o seguimento clínico do câncer de tireoide. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Identificados potenciais genes-alvo para barrar a progressão do câncer de tireoide 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.