Busca avançada
Ano de início
Entree

Evolução petrográfica das rochas associadas à mineralização de zinco na Nappe de Passos - MG

Processo: 12/01427-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Antenor Zanardo
Beneficiário:Edson Ricardo Maia Ferraz
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Petrografia   Evolução tectônica   Gnaisse   Xisto   Nappe   Passos (MG)

Resumo

Na Nappe de Passos, na parte sul do Estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil, ocorrem gnaisses com evidências de serem produtos de transformações tectono-metamórficas, de rochas geradas em ambiente de arco magmático afetadas por alteração hidrotermal (zona argílica e argilica avançada) e com evidências de concentração de zinco, cobre e chumbo. Estes gnaisses foram alvo de prospecção por empresa de mineração, resultando em testemunhos de sondagem que em conjunto com afloramentos constituem objetos desta pesquisa. A Nappe de Passos está posicionada na borda sudoeste do Cráton São Francisco e é constituída por rochas metamórficas atribuídas aos grupos Bambuí, Canastra e Araxá, além de lascas tectônicas do embasamento arqueano do tipo TTG (Complexo Barbacena). A tectono-sequência possui características de margem passiva nas unidades basais e metamorfismo invertido, com fácies xisto verde na base e anfibolito alto a granulito no topo. A pesquisa enfocará os gnaisses que ocorrem intercalados com xistos, quartzo xistos, quartzitos, anfibolitos e raras intercalações lenticulares de rochas metaultramáficas e/ou calciossilicáticas, que constituem a porção intermediária a superior do Grupo Araxá. Tem como objetivo principal a obtenção de dados petrográficos para direcionar os estudos litoquímicos e isotópicos com o intuito de investigar a possibilidade de amalgamação de sequências de margem ativa ou de arcos de ilhas na tectono-sequência que constitui a Nappe de Passos. Para atingir os objetivos serão realizadas atividades de escritório (compilação cartográfica, estudos bibliográficos, fotointerpretação, confecção de mapas, relatórios e textos para divulgação), de campo (coleta de dados geológicos e amostras) e laboratório (estudos petrográficos, microestruturais e seleção de amostras para realização de estudos litoquímicos e isotópicos). (AU)