Busca avançada
Ano de início
Entree

Evidência da presença do sistema AGR, expressão de toxinas e resistência aos antimicrobianos em estafilococos coagulase-negativa isolados de hemoculturas

Processo: 11/23746-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Maria de Lourdes Ribeiro de Souza da Cunha
Beneficiário:Valéria Cataneli Pereira
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Biofilmes   Anti-infecciosos   Resistência microbiana a medicamentos

Resumo

Os estafilococos coagulase-negativa (ECN) são integrantes da microflora normal da pele humana, sendo os microrganismos mais frequentemente isolados de materiais clínicos. No ambiente hospitalar são a maior causa de bacteremia, na maioria dos casos em pacientes mantidos em unidades de tratamento intensivo. A patogenia das infecções causadas por estas bactérias é complexa e multifatorial, sendo vários os fatores de virulência envolvidos nas infecções. O biofilme é o principal fator de virulência nos ECN, conferindo proteção contra o sistema imune do hospedeiro e a ação dos antimicrobianos. As toxinas estafilocócicas denominadas superantígenos, são classificadas antigenicamente em toxina 1 da síndrome do choque tóxico e em enterotoxinas. Desencadeiam uma série de efeitos tóxicos, como a síndrome do choque tóxico, as intoxicações alimentares e diversas perturbações do sistema imune. Os sistemas regulatórios estafilocócicos tais como os sistemas AGR, podem afetar a produção das enterotoxinas estafilocócicas, agindo como indutor ou repressor de genes específicos para a produção de fatores de virulência. Além dos fatores de virulência, o aumento da resistência antimicrobiana nos últimos anos tem fundamental significância nas infecções hospitalares. As amostras resistentes a oxacilina deixam poucas alternativas para o tratamento das infecções causadas por estes patógenos. Uma das drogas de escolha tem sido a vancomicina, porém já são relatados casos de suscetibilidade reduzida e resistência a esta. Assim, este estudo tem como objetivos caracterizar as espécies de ECN provenientes de hemoculturas de pacientes do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu quanto à detecção e expressão dos superantígenos, o sistema AGR envolvido na produção das enterotoxinas estafilocócicas e a susceptibilidade a antimicrobianos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, VALERIA CATANELI; PINHEIRO, LUIZA; OLIVEIRA, ADILSON; MARTINS, KATHERYNE BENINI; MORAES RIBOLIA, DANILO FLAVIO; RIBEIRO DE SOUZA DA CUNHA, MARIA DE LOURDES. Expression of superantigens and the agr system in Staphylococcus epidermidis. Microbial Pathogenesis, v. 115, p. 19-24, FEB 2018. Citações Web of Science: 2.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PEREIRA, Valéria Cataneli. Evidência da presença do sistema AGR, expressão de toxinas e resistência aos antimicrobianos em estafilococos coagulase-negativa isolados de hemoculturas. 2014. 134 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Botucatu)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.