Busca avançada
Ano de início
Entree

Estratigrafia e radar-fácies da transição entre as fases trangressiva e regressiva no Holoceno costeiro do centro-sul de Santa Catarina

Processo: 11/22671-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Paulo César Fonseca Giannini
Beneficiário:Milene Fornari
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IGC). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Geofísica   Estratigrafia

Resumo

Este projeto é uma continuidade da pesquisa de doutorado realizada com bolsa FAPESP pela candidata (2007-2010) e intitulada "Evolução Sedimentar Holocênica da Retrobarreira na Região de Jaguaruna-Laguna, Santa Catarina". O objetivo do pós-doutorado consiste em identificar a arquitetura deposicional da passagem entre as fases transgressiva e regressiva no registro sedimentar costeiro holocênico desta região, através da integração de dados sísmicos aos resultados prévios de análise estratigráfica e cronológica. Para alcançar este objetivo, foram adquiridos 200 km de seções GPR (Ground Penetrating Radar) paralelos e perpendiculares à linha de costa, com antenas de 70 MHz, 100 MHz e 200 MHz, abrangendo toda a extensão do complexo barreira-retrobarreira. As seções GPR serão processadas e interpretadas a partir dos métodos da radar-estratigrafia adaptados da sísmica de reflexão. Nessa interpretação, serão delimitadas radar-sequências, pelo reconhecimento dos tipos de terminação de estratos, e radar-fácies, com base na geometria externa e nos padrões de configuração (forma, mergulho, relação mútua e continuidade) dos refletores. Os resultados geofísicos serão interpretados através da combinação de cada seção GPR aos dados prévios de análise de fácies sedimentares e datações. Esta integração permitirá a elaboração e interpretação da transição entre as fases transgressiva e regressiva dos sistemas deposicionais costeiros, assim como a discussão do significado cronológico das superfícies limitantes a ela associadas (ravinamento e/ou inundação máxima), assunto ainda pouco abordado entre os depósitos sedimentares holocênicos.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.