Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização estrutural e funcional da crotoxina e de sua subunidade básica na junção neuromuscular e influência de agentes neutralizadores

Processo: 12/00428-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Marcos Roberto de Mattos Fontes
Beneficiário:Walter Luís Garrido Cavalcante
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/57898-0 - Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Toxinas, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):13/03624-5 - Caracterização funcional da crotoxina e de sua subunidade básica na junção neuromuscular: estudos radioquímicos e de vídeo-microscopia em tempo real, BE.EP.PD
Assunto(s):Biologia computacional   Simulação de acoplamento molecular   Crotoxina   Toxicologia

Resumo

A crotoxina é a principal fração tóxica do veneno da Crotalus durissus terrificus. Esta proteína é um complexo heterodimérico constituída por uma subunidade básica, com atividade fosfolipase A2 (PLA2), conhecida como crotoxina B (CB), e por uma subunidade ácida não-enzimática que atua como carreador, denominada crotapotina (CA). Estudos farmacológicos revelaram que a junção neuromuscular constitui um dos principais sítios de ação desta toxina, causando paralisia muscular devido a uma somatória de efeitos pré e pós-sinápticos. Recentemente, trabalhos de cristalografia elucidaram a estrutura tridimensional da CB, do veneno da Crotalus durissus terrificus, possibilitando o avanço no conhecimento de sítios moleculares envolvidos na toxicidade desta proteína. Apesar dos esforços dedicados ao tema, o mecanismo de ação e o sítio molecular de ação da crotoxina ainda não são bem conhecidos. Em vista do exposto, o presente projeto tem por objetivo identificar possíveis inibidores da crotoxina ou de sua PLA2 para, posteriormente, elucidar os sítios teóricos de ligação entre o inibidor e a CB. Em adição, investigar a cinética da liberação do neurotransmissor sob a influencia da crotoxina ou da CB, através da quantificação de acetilcolina marcada com tritio e da avaliação da exocitose do mediador químico em tempo real, possibilitando assim, avançar no conhecimento do mecanismo de ação desta toxina.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CAVALCANTE, WALTER L. G.; NORONHA-MATOS, JOSE B.; TIMOTEO, MARIA A.; FONTES, MARCOS R. M.; GALLACCI, MARCIA; CORREIA-DE-SA, PAULO. Neuromuscular paralysis by the basic phospholipase A(2) subunit of crotoxin from Crotalus durissus terrificus snake venom needs its acid chaperone to concurrently inhibit acetylcholine release and produce muscle blockage. Toxicology and Applied Pharmacology, v. 334, p. 8-17, NOV 1 2017. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.