Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores modulatórios da captura da atenção: um modelo integrativo

Processo: 11/20243-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia Cognitiva
Pesquisador responsável:Marcus Vinícius Chrysóstomo Baldo
Beneficiário:Fernanda Amadei Sais
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/13610-1 - Fatores modulatórios da captura da atenção: um modelo integrativo, BE.EP.DR
Assunto(s):Atenção (processos psicológicos)   Atenção visual   Atenção automática   Percepção espacial   Estímulos

Resumo

As teorias iniciais sobre os mecanismos envolvidos na captura atencional por um estímulo irrelevante para a tarefa realizada pelo sujeito consideram que um estímulo pode capturar a atenção de maneira automática, e que o fator crítico para essa captura atencional é a saliência do estímulo. Por outro lado, têm se acumulado na literatura, nas últimas duas décadas, evidências de que, em algumas condições, a semelhança com um estímulo relevante para a tarefa (alvo a que o sujeito deve responder) podem ser um fator crítico para modular a captura atencional, e que a saliência dos estímulos tem importância secundária nessas condições. Em nosso laboratório encontramos, também, evidências de que em algumas condições existe um outro fator que pode ser crítico para que um estímulo apresentado em uma cena visual, mas ao qual o sujeito não deve responder, capture a atenção, a saber, a dificuldade de identificação do estímulo de interesse para a tarefa ao qual o sujeito deve responder (alvo). Nesse trabalho pretendemos avaliar, em dois experimentos, a importância desses três fatores para a captura da atenção. No primeiro experimento, pretendemos avaliar conjuntamente a importância da semelhança entre o estímulo precedente e o estímulo alvo e da dificuldade de identificação do estímulo alvo, utilizando uma tarefa em que os estímulos precedentes podem ser semelhantes ou diferentes e, em cada situação, uma condição com ruído visual na tela e outra situação sem ruído visual na tela. No segundo experimento, pretendemos verificar se o tipo de tarefa (tarefa de busca visual com estímulo distraidor e tarefa de discriminação de forma com estímulo precedente) pode determinar qual é o fator crítico para a captura atencional, de modo que na tarefa de busca visual com estímulo distraidor o fator crítico para a captura atencional é a saliência do estímulo ao passo que na tarefa de discriminação de forma com estímulo precedente a saliência é um fator secundário e a captura atencional é modulada de acordo com as características do estímulo alvo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SAIS, Fernanda Amadei. Influência da previsibilidade de eventos no ambiente e na inibição motora proativa sobre efeitos atencionais observados em tarefas de tempo de reação.. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.