Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação de sinais iniciais de transtornos do espectro de autismo com Indicadores Clínicos de Risco para o Desenvolvimento Infantil (IRDI)

Processo: 12/01793-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Psicologia do Desenvolvimento Humano
Convênio/Acordo: Fundação Maria Cecília Souto Vidigal
Pesquisador responsável:Rogerio Lerner
Beneficiário:Edna Márcia Koizume Bronzatto
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/51013-0 - Detecção precoce de riscos para transtornos do espectro de autismo com indicadores clínicos de risco para o desenvolvimento infantil e intervenção precoce: capacitação de enfermeiros para o trabalho em unidades básicas de saúde , AP.R
Assunto(s):Transtorno autístico   Psicopatologia   Sinais e sintomas   Bebês

Resumo

O IRDI (Indicadores Clínicos de Risco para o Desenvolvimento Infantil) é um instrumento desenvolvido e validado entre 1999 e 2008 como um projeto temático da FAPESP (no. 03/09687-7). Inicialmente, sua aplicação foi realizada por pediatras. Atualmente, está sendo utilizado por profissionais de enfermagem e agentes comunitários de saúde (ACS) para detecção de problemas de desenvolvimento em bebês. O campo de pesquisa também inclui o Centro Assistencial Cruz de Malta, o Hospital Universitário da USP, 13 CAPS de São Paulo e o Ambulatório de Autismo do IPq-FMUSP, locais onde pesquisadores especializados aplicam o protocolo em irmãos de autista, grupo considerado com maior risco entre a população para o desenvolvimento de tais transtornos. (AU)