Busca avançada
Ano de início
Entree

Políticas públicas e organização partidária no Município de São Paulo

Processo: 12/02044-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Estado e Governo
Pesquisador responsável:Ciro Biderman
Beneficiário:Daniela Costanzo de Assis Pereira
Instituição-sede: Escola de Economia de São Paulo (EESP). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/03595-7 - Instituições políticas e gastos públicos: um estudo comparativo dos estados brasileiros, AP.TEM
Assunto(s):Governo local   Partidos políticos   Eleições (processo político)   Instituições políticas

Resumo

Partindo do trabalho pioneiro de Mainwaring, 1991, boa parte da literatura acadêmica considera os partidos brasileiros fracos na arena eleitoral. Esta fraqueza está expressa no "personalismo" das campanhas, geralmente consideradas como tendo pouquíssima ligação com organizações partidárias locais. Há, sobre este ponto, uma literatura ainda incipiente sobre o caso brasileiro. Este projeto trata de um aspecto correlato: o papel das organizações partidárias locais na determinação de políticas públicas. A principal pergunta é: a organização partidária e o desempenho eleitoral do partido são determinantes para a escolha de políticas públicas?