Busca avançada
Ano de início
Entree

Analise dos custos de produção de isca-viva do camarão rosa Farfantepeneaus paulensis e do camarão branco Litopenaeus schimitti em sistema fechado de circulação de água

Processo: 12/03987-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Marcelo Barbosa Henriques
Beneficiário:Gabriela Campos Zeineddine
Instituição-sede: Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/50632-8 - Analise dos custos de producao da isca-viva do camarao rosa farfantepenaeus paulensis e do camarao branco litopenaeus schmitti em sistema fechado de circulacao de agua, AP.R
Assunto(s):Camarão   Carcinicultura

Resumo

O cultivo de camarões em sistemas com restrita circulação de água poderá ser explorado no litoral paulista através de técnicas adequadas de manejo. O aumento da densidade de animais nos tanques de cultivo normalmente incrementa a quantidade de nutrientes e metabólitos excretados, causando maior demanda de oxigênio devido. Este estudo objetiva obter dados de crescimento de camarões em sistema fechado de circulação utilizando-se água do mar captada naturalmente visando gerar informações biológicas e econômicas da produção dos camarões marinhos Farfantepenaeus paulensis e Litopenaeus schmitti visando o mercado de iscas vivas. O experimento será desenvolvido em 12 tanques, com volume unitário de 1200 L, compreendendo três baterias de 04 tanques. Serão distribuídos entre as unidades experimentais 3.600 camarões com peso médio de 1,0 g, para teste em quatro densidades de estocagem: 113,6 camarões/m², de 227,2 camarões/m² e 340,9 camarões/m². A alimentação será fornecida em quatro porções diárias, com rações comerciais a 15% da biomassa, ajustáveis quinzenalmente com base nas biometrias realizadas. A qualidade da água será avaliada diariamente, através dos valores de temperatura, pH, compostos nitrogenados, oxigênio dissolvido e salinidade. Após 60 dias de cultivo, os animais serão coletados para obtenção dos valores de sobrevivência e peso médio final. Os dados obtidos servirão para determinar a viabilidade zootécnica da atividade e estimar o custo de produção da unidade de isca viva.