Busca avançada
Ano de início
Entree

Identificação precoce de dificuldades de leitura e escrita, em crianças de 1º e 2º anos do ensino fundamental

Processo: 11/20141-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Ana Luiza Pereira Gomes Pinto Navas
Beneficiário:Carla Cabezas Nicolau
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Transtornos da leitura   Escrita   Alfabetização

Resumo

A linguagem oral existe há cerca de 100 mil anos, é uma aquisição biologicamente especializada e natural, aprendemos a falar sem necessidade de nenhum ensino explícito. Já os sistemas de escrita, produtos da evolução cultural e histórica são recentes na história da humanidade, pois existem há cerca de 5 mil anos e por utilizar códigos gráficos necessitam ser aprendidos explicitamente. Alguns sinais de dificuldade na linguagem podem ser identificados precocemente já no ensino infantil, como vocabulário pobre, uso inadequado de gramática e déficits no processamento fonológico, que inclui habilidades como, consciência fonológica, memória fonológica, nomeação rápida, entre outras (Navas, 2010). Porém, é importante ressaltar que nem todas as crianças que apresentam dificuldades para aprender a ler e escrever podem ser consideradas portadoras de algum distúrbio de leitura e escrita, pois essas podem ser devido à falta de adequação na instrução escolar, razões físicas, culturais, sociais, entre outras. Estudos comprovam que uma vez identificada alguma dificuldade, a intervenção precoce melhora muito o prognóstico de crianças que apresentam desempenho abaixo do esperado em habilidades de leitura e escrita nos primeiros anos de alfabetização (Simmons et al, 2008). O objetivo deste trabalho é caracterizar a fase inicial de alfabetização de escolares de 1º. e 2º.anos do ensino fundamental, no início e no final do ano letivo. (AU)