Busca avançada
Ano de início
Entree

Concepção de formação docente preconizada pelo Instituto Pedagógico da Praia (Cabo Verde) a partir do Decreto-Legislativo nº 2/2010

Processo: 11/23900-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Administração Educacional
Pesquisador responsável:Pedro Ganzeli
Beneficiário:Janice Raquel Sança Gomes
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Formação de professores   Projeto político pedagógico   Reforma do ensino

Resumo

As décadas de 1980 e 1990 podem ser consideradas um marco na reestruturação da ordem econômica mundial. A profusão da ideologia neoliberal promoveu mudanças significativas com a redução do caráter intervencionista do Estado, ampliando o espaço do mercado na regulação das relações sociais, com processos de descentralização e privatização. A influência dos organismos internacionais ganhou nova dimensão nos processos de eleboração, implementação e avaliação de políticas públicas em especial nas políticas educacionais. Tendo por base os contextos político, econômico e social das reformas desse período e as implicações destas na realidade educacional de Cabo Verde, o presente estudo busca compreender a influência do Decreto-Legislativo nº 2/2010, que regula toda a organização e funcionamento do sistema educativo do país, no projeto politico-pedagórico do Instituto Pedagógico da Praia. Considerando que o Instituto Pedagógico é a única instituição em Cabo Verde responsável pela formação de professores para a atuação na educação pré-escolar, ensino básico e integrado (EBI) e complementa a formação de educadores já em exercício, busca-se compreender qual a concepção de formação estabelecida desde a aprovação desta legislação. Como metodologia de pesquisa será adotada a análise qualitativa, utilizando-se como procedimentos o estudo bibliográfico, a análise documental e entrevistas semi - estruturadas.ResumoO cenário político mundial vem passando por grandes mudanças a partir das décadas de 80 e 90 como a privatização, o neoliberalismo, a descentralização, a diminuição do papel do Estado e a intervenção dos organismos internacionais que acarretaram profundas transformações na educação e, conseqüentemente, na formação de professores. Tendo por base os contextos político, econômico e social das reformas desse período e as implicações destas na realidade educacional de Cabo Verde, o presente estudo busca compreender a concepção de formação docente preconizada pelo Instituto Pedagógico da Praia (CaboVerde) tendo como referência o ultimo Decreto-Legislativo nº 2/2010. Considerando que o Instituto Pedagógico é a única instituição neste país responsável pela formação de professores para a atuação na educação pré-escolar, ensino básico e integrado (EBI) e complementa a formação de educadores já em exercício, busca-se entender os impactos que o Decreto-Legislativo nº 2/2010 que regula toda a organização e funcionamento do sistema educativo Caboverdiano traz para o aparelhamento do Instituto pedagógico, como caso particular o da Praia, especificamente para a concepção de formação estabelecida desde então.Será utilizada como metodologia de pesquisa a análise qualitativa e como procedimentos metodológicos a análise documental e institucional, revisão bibliográfica sobre o tema e entrevistas semi - estruturadas.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)