Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise molecular e epidemiológica dos polimorfismos CYP1A1*2C e CYP2E1*6 em pacientes com câncer colorretal

Processo: 12/00130-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Eny Maria Goloni Bertollo
Beneficiário:Roliana Bravo Lelis
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias colorretais   Fatores de risco

Resumo

O câncer colorretal (CCR) é neoplasia maligna que ocorre no intestino grosso (cólon) e reto, cujo tipo histológico predominante é o adenocarcinoma. Este tipo de câncer é o segundo mais frequente em países ocidentais e apresenta alta incidência na casuística brasileira, principalmente nas regiões sudeste e sul, segundo estudos epidemiológicos do INCA. Quanto à etiologia do câncer colorretal, alguns fatores já estão bem estabelecidos como, idade acima de 60 anos, parentes de primeiro grau com câncer de intestino, síndromes genéticas como a Polipose Adenomatosa familiar (PAF) e Câncer Colorretal Hereditário Não Polipoide (HNPCC). Outros fatores como doença inflamatória crônica do intestino (colite ulcerativa ou doença de Crohn), fatores dietéticos e hábitos de vida também elevam o risco de CCR. Polimorfismos genéticos podem influenciar o metabolismo de carcinógenos favorecendo o desenvolvimento de tumores nessa região anatômica. Alguns estudos revelam que há associação entre essas neoplasias e polimorfismos em genes envolvidos no CCR, tais como o CYP1A1*2A, CYP1A1*2C, CYP2E1*5B, CYP2E1*6, mEH éxon 3 e mEH éxon 4. A presente proposta tem por objetivos: analisar a frequência de seis polimorfismos destes genes e verificar a associação entre eles e as características clínico-patológicos dos pacientes. Os indivíduos serão submetidos à coleta de sangue periférico para extração de DNA genômico e análise molecular. Os dados serão analisados estatisticamente e comparados com grupo controle sem história de neoplasia. Os resultados desse projeto poderão contribuir para a compreensão do envolvimento do metabolismo de xenobióticos e câncer colorretal esporádico no esclarecimento dos mecanismos que levam ao processo de carcinogênese.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PROENCA, M. A.; FERNANDES, G. M. M.; RUSSO, A.; LELIS, R. B.; NETINHO, J. G.; CUNRATH, G. S.; SILVA, A. E.; GOLONI-BERTOLLO, E. M.; PAVARINO, E. C. A case-control study of CYP2E1 (PstI) and CYP1A1 (MspI) polymorphisms in colorectal cancer. Genetics and Molecular Research, v. 14, n. 4, p. 17856-17863, 2015. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.