Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização morfológica do ciclo gonadal feminino e da oogênese do porquinho Geophagus proximus (Perciformes, Cichlidae)

Processo: 12/00765-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Rosicleire Veríssimo Silveira
Beneficiário:Laíza Maria de Jesus Silva
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Morfologia animal   Oogênese   Peixes   Reprodução animal

Resumo

Estima-se que os peixes compreendam cerca de 33.000 espécies, tanto dulcícolas quanto marinhos, e que os peixes de água doce neotropicais, estimados em 8.000 espécies, representam 24% de todas as espécies, apresentando formas e padrões de ciclos de vida diferentes. Os ciclídeos neotropicais ocupam habitats lênticos dentro de rios e córregos, mas há também uma série de moderada a fortemente adaptada espécies reofílicas. O ciclídeo Geophagus proximus, é endêmico da Bacia do Amazonas, Brasil e Peru, sendo popularmente conhecido como porquinho. Embora sua introdução seja recente, por motivos desconhecidos, e cause impactos não dimensionados, tornou-se a segunda espécie em dominância na pesca científica e a principal na pesca comercial no reservatório de Ilha Solteira, Rio Paraná. Desta forma, o presente estudo tem como objetivo definir as classes reprodutivas ovarianas e realizar a caracterização morfológica estrutural da foliculogênese e da oogênese da espécie. Exemplares fêmeas adultas de Geophagus proximus serão coletados no período de março de 2012 a janeiro de 2013 no reservatório de Ilha Solteira. As gônadas serão removidas seguindo os procedimentos de fixação e inclusão, microtomia e coloração para que o material possa ser analisado sob microscopia de luz. Portanto, o estudo do ciclo reprodutivo feminino de Geophagus proximus, assim como a caracterização da estrutura ovariana é fundamental para a compreensão das suas adaptações reprodutivas e de seu período reprodutivo ao longo do ano no reservatório de Ilha Solteira. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.