Busca avançada
Ano de início
Entree

De "nóia" a cristão: uma etnografia sobre a conversão religiosa de usuários de crack em São Paulo.

Processo: 12/05095-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Sociologia Urbana
Pesquisador responsável:Marta Teresa da Silva Arretche
Beneficiário:Deborah Rio Fromm Trinta
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:98/14342-9 - Centro de Estudos da Metrópole (CEM), AP.CEPID
Assunto(s):Cracolândia   Cocaína crack   Conversão religiosa   São Paulo

Resumo

Essa pesquisa etnográfica possui como tema a conversão religiosa de usuários de crack em contexto de pobreza. A proliferação das chamadas "cracolândias" é problema atualmente debatido por diversos atores sociais (administradores, políticos, intelectuais, jornalistas, etc.), que mobiliza diferentes esferas da vida social (saúde, assistência, repressão, família etc.). No entanto, pouco tem sido sistematicamente estudado acerca do crescente papel da Igreja, mais especificamente de igrejas evangélicas, na assistência e conversão dos chamados "nóias". O objetivo central do presente projeto é compreender o processo de produção de sujeitos cristãos através da conversão religiosa de usuários de crack ao protestantismo. Especificamente, pretende-se: i) identificar fatores sociais que contribuam para o usuário de crack optar pela conversão religiosa; ii) entender as tecnologias de conversão empregadas no proselitismo voltado para "nóias"; iii) problematizar a transformação do sujeito decorrente do processo de conversão religiosa. Para tal fim, será realizada uma etnografia na região estigmatizada como "cracolândia", no centro da cidade de São Paulo, através de uma missão evangélica, denominada Cristolândia, cuja coordenação é feita por membros de Igrejas Batista.