Busca avançada
Ano de início
Entree

Bioquímica estrutural das enzimas envolvidas na biossíntese de c-di-AMP em staphylococcus aureus

Processo: 12/01321-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Marcos Vicente de Albuquerque Salles Navarro
Beneficiário:Nathalya Cristina de Moraes Roso Mesquita
Instituição-sede: Instituto de Física de São Carlos (IFSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Cristalografia de proteínas   Elementos estruturais de proteínas   Staphylococcus aureus

Resumo

Staphylococcus aureus é um importante patógeno humano que coloniza principalmente as vias nasais e pele, podendo levar a uma série de infecções invasivas. O aumento nos últimos anos dos casos de infecções por cepas super-resistentes a diversos antibióticos indica a necessidade da busca de novos tratamentos. Nesse sentido, novos alvos para o desenvolvimento de fármacos têm sido explorados e a parede celular bacteriana, que contém estruturas essenciais para a habilidade de infecção, surge como uma grande oportunidade de pesquisa. Foi demonstrado que uma dessas estruturas, o ácido lipoteicóico (LTA), é essencial para o crescimento das cepas super-resistentes de S. aureus, mas mesmo mutantes incapazes de sintetiza-los recuperavam um crescimento quase normal após uma mutação adicional no gene para a enzima fosfodiesterade Sa_GdpP. Juntamente com a di-adenilato ciclase Sa_DacA, Sa_GdpP é responsável pela manutenção dos níveis intracelulares do novo sinalizador bacteriano c-di-AMP, sendo que níveis aumentados dessa molécula aumentam a capacidade da bactéria de lidar com estresses na sua parede celular. Visando uma maior compreensão dos mecanismos moleculares de biossíntese de c-di-AMP em S. aureus, o presente projeto visa a resolução das estruturas tridimensionais de Sa_GdpP e Sa_DacA através de cristalografia de raios X. Juntamente a tal técnica, utilizaremos caracterizações biofísicas e bioquímicas com a finalidade de se propor mecanismos de atividade para essas duas enzimas. Os resultados gerados poderão fornecer uma base para criação de novas terapias contra a infecção de cepas super-resistentes de S. aureus.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MESQUITA, Nathalya Cristina de Moraes Roso. Estudos estruturais e funcionais da única enzima diadenilato ciclase e da única YbbR-like de Staphylococcus aureus: proteínas envolvidas na biossíntese de c-di-AMP. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Física de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.