Busca avançada
Ano de início
Entree

Atividades in vitro e in vivo do fruto do guajiruzeiro (Chrysobalanus icaco L.) em biomarcadores de estresse oxidativo, danos ao DNA e inflamação

Processo: 11/21471-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 30 de setembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Lusânia Maria Greggi Antunes
Beneficiário:Vinicius de Paula Venancio
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrigenômica   Biomarcadores   Estresse oxidativo   Expressão gênica   Dano ao DNA   Genotoxicidade   Chrysobalanaceae   Técnicas in vitro

Resumo

O Chrysobalanus icaco ou guajiru é uma planta do bioma amazônico cujo extrato das folhas é extensamente utilizado na Medicina Popular como hipoglicemiante, diurético, antiangiogênico e antioxidante. A polpa do guajiru, entretanto, ainda é pouco estudada. Graças à presença de antocianinas neste fruto, estima-se que o mesmo possua capacidade antioxidante e propriedades funcionais. Além disso, não se sabe se os mesmos efeitos do extrato da folha desta planta podem ser observados in vivo ao utilizar-se do fruto. Este projeto tem como objetivo avaliar a antigenotoxicidade, genotoxicidade, antimutagenicidade, mutagenicidade, o estresse oxidativo e a expressão gênica, utilizando modelo experimental in vivo, da polpa liofilizada do guajiru. Ratos machos da linhagem Wistar serão tratados por gavagem com três doses da polpa do C. icaco por 14 dias consecutivos. Ao 14º dia, os animais receberão doxorrubicina 15 mg kg-1 p.c. (i.p.) ou NaCl 0,9% (i.p.). Decorridos 24 horas da aplicação, os animais serão eutanasiados para a coleta de sangue, medula óssea, rim, fígado, coração e cérebro. O ensaio do cometa será realizado em sangue e nos órgãos para a avaliação da genotoxicidade e antigenotoxicidade. A fim de avaliar a mutagenicidade e antimutagenicidade, será realizado o teste de micronúcleos em medula óssea e sangue periférico. Para o estresse oxidativo, serão avaliados os seguintes parâmetros: malonaldeído, glutationa e catalase (nos órgãos) e burst oxidativo (em sangue). Finalmente, será avaliada a expressão dos genes SOD-1 e COX-2 em rim, fígado e coração, utilizando PCR em tempo real. Paralelamente, na FEA-UNICAMP, a polpa de guajiru será caracterizada, através da determinação dos principais compostos bioativos (compostos fenólicos, carotenóides, ácido ascórbico, tocoferóis). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VENANCIO, VINICIUS PAULA; ALMEIDA, MARA RIBEIRO; GREGGI ANTUNES, LUSANIA MARIA. Cocoplum (Chrysobalanus icaco L.) decreases doxorubicin-induced DNA damage and downregulates Gadd45a, Il-1 beta, and Tnf-alpha in vivo. Food Research International, v. 105, p. 996-1002, MAR 2018. Citações Web of Science: 1.
VENANCIO, VINICIUS PAULA; MARQUES, MARCELLA CAMARGO; ALMEIDA, MARA RIBEIRO; BARROS MARIUTTI, LILIAN REGINA; DE OLIVEIRA SOUZA, VANESSA CRISTINA; BARBOSA, JR., FERNANDO; PIRES BIANCHI, MARIA LOURDES; MARZOCCHI-MACHADO, CLENI MARA; MERCADANTE, ADRIANA ZERLOTTI; GREGGI ANTUNES, LUSANIA MARIA. Chrysobalanus icaco L. fruits inhibit NADPH oxidase complex and protect DNA against doxorubicin-induced damage in Wistar male rats. JOURNAL OF TOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL HEALTH-PART A-CURRENT ISSUES, v. 79, n. 20, p. 885-893, 2016. Citações Web of Science: 8.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
VENANCIO, Vinicius de Paula. Atividades in vitro e in vivo do fruto do guajiruzeiro (Chrysobalanus icaco L.) em biomarcadores de estresse oxidativo, danos ao DNA e inflamação e inflamação. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.