Busca avançada
Ano de início
Entree

Isolamento, caracterização bioquímica e funcional de L - aminoácido - oxidase do veneno amarelo da serpente Crotalus durissus terrificus

Processo: 12/02839-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:Maurício Ventura Mazzi
Beneficiário:Ariana Aparecida Pianca
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa. Centro Universitário Hermínio Ometto (UNIARARAS). Fundação Hermínio Ometto (FHO). Araras , SP, Brasil
Assunto(s):Inflamação   Coagulação   Citotoxicidade   Cromatografia   Propriedades bioquímicas   Crotalus durissus terrificus

Resumo

Toxinas encontradas em animais peçonhentos e venenosos têm sido o foco de muitas pesquisas nos últimos 70 anos, sendo a maioria delas direcionadas para a compreensão dos mecanismos fisiológicos e bioquímicos pelos quais conseguem desencadear seus dramáticos efeitos patológicos. O veneno crotálico é constituído, abundantemente, por enzimas e peptídeos que apresentam efeitos importantes sobre os músculos esqueléticos, sistema nervoso, rins e sistema de coagulação sanguínea. As L-aminoácido oxidases (LAAOs, E.C. 1.4.3.2) são flavoproteínas homodiméricas encontradas em venenos de serpentes e descritas como indutoras de uma série de efeitos tóxicos, tais como, agregação plaquetária, hemorragia, edema, citotoxicidade e indução de apoptose, dentre outros efeitos. Assim, o objetivo deste projeto é isolar, caracterizar, bioquímica e funcionalmente uma L-aminoácido oxidase de veneno amarelo da espécie de serpente Crotalus durissus terrificus. A enzima será isolada por meio de técnicas cromatográficas (exclusão molecular, troca iônica e afinidade) de acordo com protocolos a serem padronizados. A LAAOcdt isolada será caracterizada quanto: I)-propriedades bioquímicas e enzimáticas (determinação da massa molecular, caracterização cinética em função do pH, temperatura e concentração de diferentes substratos: L-Tyr, L-Asp, L-Phe, L-Glu, L-Trp, L-His, L-Gln, L-Ile, L-Met, L-Leu) e II)-biológicas (efeitos miotóxico, necrosante e pró e/ou anticoagulante).(AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)