Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da ação dos ácidos oleanólico e ursólico purificados de Baccharis uncinella em Camundongos Balb/c infectados com Leishmania (Leishmania) amazonensis

Processo: 12/03903-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Luiz Felipe Domingues Passero
Beneficiário:Eduardo Seiji Yamamoto
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ácido oleanólico   Ácido ursólico   Leishmaniose   Baccharis

Resumo

A família Asteraceae é o grupo sistemático mais numeroso dentro das Angiospermas, e por esta razão são as mais estudadas quanto aos seus usos tradicionais, composição química e efeitos farmacológicos. Recentemente, verificamos que compostos purificados das folhas de Baccharis uncinella (Asteraceae) possuía uma forte atividade leishmanicida, e mais especificamente o composto contendo os ácidos oleanólico e ursólico induzia a produção de óxido nítrico em macrófagos infectados submetidos ao tratamento, os quais apresentaram menores taxas de infecção por amastigotas de L. (L.) amazonensis e L. (Viannia) braziliensis. Assim, o objetivo da presente proposta é avaliar o efeito terapêutico dos ácidos oleanólico e ursólico (triterpenos) purificados desta planta em camundongos BALB/c infectados com L. (L.) amazonensis. As folhas de B. uncinella serão coletadas, secas e maceradas para produção de extratos, e uma série de passos cromatográficos serão realizados para purificação destes triterpenos. Após 20 dias da infecção, os camundongos BALB/c infectados por L. (L.) amazonensis, serão tratados com diferentes doses dos terpenos purificados (a determinar em nossos protocolos experimentais). Grupos experimentais também serão tratados com antimonial ou anfotericina B como droga padrão. Após 20 dias da última dose dos compostos, os animais serão sacrificados para determinação da carga parasitária em pele. Cultura celular será feita utilizando células de linfonodos de drenagem, as quais serão estimuladas com o antígeno total de formas promastigotas de L. (L.) amazonensis durante 48h, período no qual os sobrenadantes serão coletados para dosagem dos níveis de IL-4, IL-12, IL-10 e IFN-³. Análise da resposta imune humoral será efetuada no soro dos diferentes grupos experimentais. Durante todo o período experimental, o tamanho de lesão dos animais será mensurado semanalmente. Este projeto visa encontrar possíveis alvos terapêuticos contra a LTA.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
YAMAMOTO, EDUARDO S.; CAMPOS, BRUNO L. S.; JESUS, JESSICA A.; LAURENTI, MARCIA D.; RIBEIRO, SUSAN P.; KALLAS, ESPER G.; RAFAEL-FERNANDES, MARIANA; SANTOS-GOMES, GABRIELA; SILVA, MARCELO S.; SESSA, DEBORAH P.; LAGO, JOAO H. G.; LEVY, DEBORA; PASSERO, LUIZ F. D. The Effect of Ursolic Acid on Leishmania (Leishmania) amazonensis Is Related to Programed Cell Death and Presents Therapeutic Potential in Experimental Cutaneous Leishmaniasis. PLoS One, v. 10, n. 12 DEC 16 2015. Citações Web of Science: 18.
YAMAMOTO, EDUARDO SEIJI; CAMPOS, BRUNO LUIZ S.; LAURENTI, MARCIA DALASTRA; LAGO, JOAO H. G.; GRECCO, SIMONE DOS SANTOS; CORBETT, CARLOS E. P.; PASSERO, LUIZ FELIPE D. Treatment with triterpenic fraction purified from Baccharis uncinella leaves inhibits Leishmania (Leishmania) amazonensis spreading and improves Th1 immune response in infected mice. Parasitology Research, v. 113, n. 1, p. 333-339, JAN 2014. Citações Web of Science: 16.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.