Busca avançada
Ano de início
Entree

MODULAÇÃO DA DOENÇA ALÉRGICA PULMONAR POR CEPA RECOMBINANTE DO BACILO CALMETTE-GUERIN EXPRESSANDO A SUBUNIDADE DA TOXINA DE PERTUSSIS (rBCG-S1PT).

Processo: 12/00016-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de novembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Celular
Pesquisador responsável:Momtchilo Russo
Beneficiário:Karina Mendes Melchuna
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/07208-0 - Modulação da inflamação pulmonar alérgica por adjuvantes ou tolerância imunológica, AP.TEM
Assunto(s):Eosinófilos   Imunoglobulina E   BCG recombinante

Resumo

Asma é uma doença inflamatória pulmonar crônica caracterizada pela hiperreatividade brônquica associada à inflamação eosinofílica das vias aéreas e títulos altos de imunoglobulina E (IgE). Estudos epidemiológicos confirmaram que nas últimas décadas houve um aumento da prevalência das doenças alérgicas, incluindo a asma. A Hipótese da Higiene é a teoria atualmente aceita para explicar este fenômeno, e preconiza que a melhoria nas condições de higiene, o uso indiscriminado de antibióticos e a vacinação em massa estariam vinculados ao aumento dos casos de alergia. Os mecanismos imunológicos propostos para explicar este fenômeno baseiam-se no fato que, na ausência de estímulos microbianos, ocorreria um desequilíbrio nas respostas do tipo T helper, ou um desequilíbrio no desenvolvimento dos mecanismos reguladores. Trabalho anterior realizado no laboratório do professor Dr. Momtchilo Russo na Universidade De São Paulo caracterizou a resposta imune induzida por cepas de micobactérias em um modelo murino de asma alérgica, utilizando cepas micobacterianas BCG Moreau selvagem e BCG recombinante que expressa a subunidade S1 da toxina pertussis detoxificada geneticamente (rBCG-S1PT). Foi verificado que a cepa rBCG-S1PT foi mais efetiva do que a cepa BCG Moreau selvagem na supressão dos parâmetros alérgicos, tais quais, hiperreatividade brônquica, eosinofilia pulmonar e secreção de muco, além de reduzir a secreção de IL-4, IL-5 e IL-13 no lavado broncoalveolar (LBA). Esta supressão da resposta alérgica foi associada com a produção de IFN- ³ no ambiente pulmonar com aumento da expressão do fator de transcrição T-bet e diminuição de GATA3. No presente projeto pretendemos avaliar o possível efeito terapêutico/curativo da administração s.c., i.p. ou i.n. da cepa rBCG-S1PT em animais com asma estabelecida e dissecar os possíveis mecanismos reguladores do efeito da infecção pelo rBCG-S1PT sobre migração de células Th2 com ênfase em quimiocinas, citocinas e células Th2.