Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do metabolismo oxidativo de cordeiros tratados com Vitamina E e submetidos ao transporte rodoviário

Processo: 12/02368-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Pesquisador responsável:Maria Claudia Araripe Sucupira
Beneficiário:Fernanda Barbosa
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças nutricionais e metabólicas   Respiração celular

Resumo

O bem-estar animal e a qualidade do produto final têm se tornado motivo de preocupação para a cadeia produtiva. No processo de produção tecnificada de ovinos, principalmente os com aptidão para carne, é necessário o transporte para o local de abate. Além de conseqüências diretas como contusões, fraturas, escoriações e desidratação, o transporte pode levar ao estresse desencadeando alterações fisiológicas e comportamentais, comprometendo o bem-estar e a saúde dos animais. O estresse pode ser tanto psicológico (medo e apreensão), quanto físico e interfere também no desempenho animal e na qualidade da carne. Na produção de bovinos e suínos, cujo mercado consumidor prima pela qualidade da carne, as pesquisas apontam para o problema do estresse metabólico e oxidativo e evidenciam possíveis benefícios da utilização de substâncias antioxidantes. O presente estudo pretende avaliar o peso, escore de condição corporal, as funções vitais e estudar as concentrações de malondialdeído sérico, superóxido dismutase eritrocitária, glutationa peroxidase, glutationa redutase, glutationa reduzida e capacidade antioxidante total do soro e HRFP de cordeiros submetidos ao estresse do transporte e verificar se existe benefício na administração prévia de duas doses de vitamina E.