Busca avançada
Ano de início
Entree

Biologia molecular e proteômica de fungos de interesse médico: Paracoccidioides brasiliensis e Sporothrix schenckii.

Processo: 12/05792-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Zoilo Pires de Camargo
Beneficiário:Marianne Ferraz Do Amaral
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/54024-2 - Biologia molecular e proteômica de fungos de interesse médico: Paracoccidioides brasiliensis e Sporothrix schenckii, AP.TEM
Assunto(s):Sporothrix schenckii   Paracoccidioides brasiliensis   Proteômica   Micologia   Biologia molecular

Resumo

PLANO DE ATIVIDADES PARA BOLSISTA ATTIITítulo: Biologia molecular e proteômica de fungos de interesse médico: Paracoccidioides brasiliensis e Sporothrix schenckii.Resumo: Os fungos Sporothrix schenckii e Paracoccidioides brasiliensis são de grande interesse na área médica e biológica. O primeiro é o agente da paracoccidioidomicose, doença endêmica em várias regiões da America Latina, principalmente no Brasil. O segundo é o agente etiológico da esporotricose, micose subcutânea, doença re-emergente em nosso meio, constituindo atualmente uma zoonose, pois acomete gatos e estes são transmissores ao homem. As características proteômicas, cromossômicas e bioquímicas desses fungos ainda são pouco estudadas. Portanto, em nosso estudo enfocaremos esses aspectos nesses dois fungos de interesse médico para melhor conhecimento de sua biologia. No complexo S. schenckii procuraremos evidências moleculares de variações intra-específicas através da análise de proteômica diferencial entre as espécies S. brasiliensis, S. globosa, S. mexicana e S. schenckii, avaliando-se as proteínas diferencialmente expressas e, também, por meio de imunoproteômica determinar as proteínas imunogênicas da esporotricose tipo fixa e linfocutânea. Também, em relação ao S. schenckii estudare mos variação no perfil de cromossomas em cepas de diversas origens, mapeando alguns genes. Com P. brasiliensis estudaremos o perfil proteômico de vários isolados e por meio de imunoproteômica, o mapa proteômico reativo ao reconhecimento de anticorpos específicos de pacientes da fase aguda e crônica da micose, além de caracterizar uma calnexina pelo estudo detalhado de sua localização celular durante a transição dimórfica e após condições de estresse.Descrição dos objetivos: Estudar aspectos da biologia molecular e proteômica dos fungos Sporothrix spp e Paracoccididoides brasiliensis.Plano de trabalho: 1. manutenção dos fungos,como preparação dos meios de cultura,repiques dos mesmos, 2. preparação de soluções,3 .extração de antígenos, 4. envio de amostras para sequenciamento, 5. inoculações em animais quando necessário para recuperação de culturas fúngicas que se contaminaram. 6. purificação de DNA fúngico 7. Apoio técnico necessário para todo o projeto.