Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da pentoxifilina sobre variáveis celulares e bioquímicas no coração de ratos expostos à fumaça de cigarros

Processo: 12/00104-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Paula Schmidt Azevedo Gaiolla
Beneficiário:Fernando Rodrigues da Camara Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Pentoxifilina   Insuficiência cardíaca

Resumo

O tabagismo é considerado um dos principais fatores de risco que agridem o coração. Dentre os possíveis mecanismos participantes da remodelação cardíaca induzida pela fumaça do cigarro estão: o aumento do estresse oxidativo, inflamação e apoptose. A pentoxifilina (PTX) é um inibidor da fosfodiesterase com papel imunomodulador. Evidências indicam que a modulação da inflamação é um mecanismo pelo qual a PTX pode atenuar a remodelação cardíaca. Entretanto, talvez estes prováveis mecanismos não estejam relacionados com a inibição do TNF-±. Os efeitos benéficos da PTX no coração por meio da inibição do TNF-± são controversos. Por outro lado, a inibição da apoptose pela PTX parece ser um mecanismo importante na atenuação da remodelação cardíaca. Adicionalmente, a PTX apresenta papel antioxidante, por inibição, por exemplo, da superóxido dismutase e hemeoxigenase. Portanto, é possível que inflamação (avaliada por outros métodos além da dosagem de citocinas), a apoptose e o estresse oxidativo participem das alterações cardíacas induzidas pelo tabaco e que estas possam ser atenuadas pela pentoxifilina.Assim, os objetivos deste trabalho são avaliar a participação da: a) inflamação pela quantificação do infiltrado inflamatório no coração, b) da apoptose por análise da caspase 3, c) e do estresse oxidativo nos corações de ratos previamente expostos à fumaça de cigarros, que já foram estudados quanto à função cardíaca e dosagem de citocinas.Para tanto, serão estudados o soro e tecidos de 32 animais previamente alocados em 4 grupos animais controles não fumantes (C) e fumantes (EFC/C), e animais tratados com pentoxifilina, não fumantes (PTX) e fumantes (EFC/PTX), Do material armazenado serão realizadas as avaliações histológica, bioquímica e imunohistoquímica.