Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de diferentes protocolos de cimentação para uma cerâmica a base de óxidos de dissilicato de lítio

Processo: 12/00960-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2012
Vigência (Término): 18 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Estevão Tomomitsu Kimpara
Beneficiário:Rodrigo Furtado de Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Cimentação de coroas   Cimentos dentários   Porcelana dentária   Restauração dentária

Resumo

O presente estudo tem como objetivo, avaliar o comportamento de uma restauração totalmente cerâmica IPS e.max CAD (Cerec inLab; Sirona; Bensheim, Germany) frente a diferentes protocolos de cimentação e tratamentos de superfície. Serão confeccionadas 70 bases de um material análogo à dentina (NEMA grade G10, International Paper, Hampton, SC, USA) que terão suas dimensões fresadas para simulação do preparo dental e anatomia radicular. Para reprodução da mobilidade fisiológica, a porção radicular será coberta com poliéter (Impregum, 3M/ESPE, Sumaré, SP) e será incluída em poliuretano. Após a avaliação da espessura da película de cimento as coroas serão limpas em banho sônico com água destilada por 5 min e secas com jatos de ar. A seguir, as coroas serão submetidas aos tratamentos de superfície conforme o grupo pertencente: 1- Cimento de óxido de zinco; 2- Cimento de ionômero de vidro; 3-Condicionamento com ácido fluorídrico (AF) 10% (20s) + Silano (1min.) + Cimento resinoso dual; 4- Condicionamento com AF 10% (20s) + Silano (1min.) + Tratamento térmico (TT) forno 100°C (2min.) + Cimento resinoso dual; 5- Silano (1min.) + Cimento resinoso dual; 6- Silano (1min.) + TT forno 100°C (2min.) + Cimento resinoso dual; 7- Cimento resinoso autoadesivo. A ciclagem termomecânica (Cicladora ERIOS, modelo ER-37000) será realizada sob cargas de 100N em 2.000.000 ciclos, com frequência de 4 Hz. Para determinação da resistência a fratura, será utilizada uma célula de carga de 1000 Kgf a velocidade de 1 mm/min. Após o ensaio mecânico, dois espécimes de cada grupo serão avaliados por Microscopia eletrônica de varredura. Os valores numéricos (n=10) obtidos para a fratura dos espécimes serão submetidos à análise estatística ANOVA, um fator e o teste de Tukey (±=0,05). (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARVALHO, Rodrigo Furtado de. Efeito de protocolos de cimentação na carga de fratura para uma cerâmica de dissilicato de lítio. 2014. 124 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" Instituto de Ciência e Tecnologia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.