Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da imunoexpressão de proteínas envolvidas na via de sinalização do Sonic Hedgehog em leiomioma e leiomiossarcoma uterinos

Processo: 12/02095-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Kátia Cândido Carvalho
Beneficiário:Faila Catarina de Souza
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Imuno-histoquímica   Oncologia

Resumo

O leiomioma e o leiomiossarcoma são tumores de origem mesenquimal que se desenvolvem no útero. Essas neoplasias apresentam comportamento clínico variável, podendo levar a morte. O leiomioma é um tumor benigno comumente encontrado nas mulheres em idade reprodutiva. Já o leiomiossarcoma representa cerca de 40% dos sarcomas (tumores mesenquimais malignos) do útero. Tanto o leiomiossarcoma quanto o leiomioma são neoplasias miometriais que apresentam o mesmo padrão de diferenciação celular (para musculatura lisa), porém com progressão clínica completamente diferente, sendo que os fatores que dirigem o comportamento clínico e biológico desses tumores permanecem desconhecidos. Porém, já foi demonstrado que a ativação da via de sinalização do Sonic Hedgehog (SHH) está relacionada ao desenvolvimento de diversos tipos de tumor, uma vez que essa via desempenha papel importante na proliferação e diferenciação celular. De qualquer modo, o papel dessas moléculas no leiomioma e no leiomiossarcoma uterinos ainda não foi estudado. O objetivo deste projeto é avaliar a expressão de proteínas envolvidas na via de sinalização do SHH, em amostras de leiomioma, leiomiossarcoma e em miométrio. Para isso, serão selecionadas 80 amostras de leiomioma, 80 amostras de leiomiossarcoma e 20 amostras de miométrio normal. Os tecidos serão submetidos à revisão do diagnóstico por patologistas envolvidos no trabalho. As amostras de leiomioma e miométrio serão obtidas na Disciplina de Ginecologia da Faculdade de Medina da USP e os leiomiossarcomas no Departamento de Anatomia Patológica do Hospital A. C. Camargo, ambos em São Paulo - Brasil. As amostras parafinadas serão utilizadas na construção de blocos de tissue microarray (TMA), para posterior avaliação por imunoistoquímica. Todos os resultados obtidos serão submetidos à análise estatística.