Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto acadêmico, social e político de redes interdisciplinares de pesquisa: uma avaliação do Núcleo de Apoio a Pesquisa em mudanças climáticas - NapMC

Processo: 12/02605-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Arlindo Philippi Jr
Beneficiário:Sonia Maria Viggiani Coutinho
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Gestão do conhecimento   Políticas públicas   Mudança climática

Resumo

A academia fornece uma contribuição interdisciplinar para o entendimento das ciências ambientai, tornando possível a troca de experiências. Em um mundo extremamente globalizado, a construção de redes é praticamente uma demanda dentro das academias. É crucial avaliar-se a influência que estas redes podem criar entre seus participantes e o impacto que poderão propiciar no processo de formulação e implementação de políticas públicas e sobre a sociedade.O alto grau de agregação de redes gera vantagens em relação ao compartilhamento do conhecimento e experiências entre os participantes, otimiza esforços no tempo gasto em pesquisa, assim como nos recursos financeiros investidos e na infraestrutura necessária para que a rede opere. Nos editais das diversas agências de fomento brasileiras a pesquisa em rede é estimulada - CEPIDs e PPPPs, da Fapesp; INCTs e Pronex, do CNPq, entre outros Este projeto tem o objetivo geral de analisar aspectos estruturais, prós e contras, bem como acompanhar o desenvolvimento do Núcleo de Apoio a Pesquisa em Mudanças Climáticas - NapMC e suas inter-relações com outros programas e redes no tema das mudanças climáticas. Este núcleo agrega dez instituições da USP e possui conformação de rede de pesquisa em mudanças climáticas. Alguns de seus pesquisadores também coordenam projetos em andamento pelo Programa FAPESP de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais - PFPMCG, o que amplia a sinergia entre as redes. A metodologia de pesquisa prevê aplicação de entrevistas e questionários, oficinas de trabalho, bem como utilização de ferramentas para mapeamento de redes: UCINET 6 for Windows e o NetDraw 2.10. Ao final, espera-se obter análise do NapMC visando fortalecimento das ações da rede, interlocução com outras redes e programas em mudanças climáticas, impactos sociais e em políticas públicas, bem como acompanhar a consolidação da rede como Centro de Pesquisa em mudanças climáticas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
AMANDA SILVEIRA CARBONE; SONIA MARIA VIGGIANI COUTINHO; STEPHAN TOMERIUS; ARLINDO PHILIPPI JUNIOR. GESTÃO DE ÁREAS VERDES NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO: GANHOS E LIMITES. Ambiente & Sociedade, v. 18, n. 4, p. -, Dez. 2015.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.