Busca avançada
Ano de início
Entree

Reação de oxidantes com solos tropicais

Processo: 12/06992-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Juliana Gardenalli de Freitas
Beneficiário:Renata de Mello Rollo
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Diadema. Diadema , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/12158-2 - Remediação de solos e águas subterrâneas contaminadas por NAPLs utilizando oxidação química, AP.JP
Assunto(s):Águas subterrâneas   Remediação   Oxidação química   Solos

Resumo

Derramamentos acidentais em indústrias e postos de abastecimento são uma ameaça para a qualidade da água subterrânea, sendo compostos orgânicos como solventes aromáticos e halogenados alguns dos principais contaminantes. Uma tecnologia promissora para a remediação de áreas impactadas por compostos orgânicos é a oxidação química in-situ. No entanto, as reações entre oxidantes usados para remediação (como permanganato e persulfato) com solos tropicais típicos brasileiros ainda não foi avaliada. Esse é um aspecto fundamental para que a remediação in-situ atinja seus objetivos, e portanto necessita ser avaliado. Assim, o objetivo da pesquisa é determinar como oxidantes empregados para remediação por oxidação química in-situ reagem com solos tropicais. O impactos da estruturação do solo em agregados para a oxidação química também será avaliado. As reações dos oxidantes com solos tropicais serão estudadas inicialmente em ensaios em batelada, visando quantificar o consumo de oxidante pelos minerais presentes nos solos e as alterações físico-químicas nas propriedades dos solos. Esses ensaios servirão de base para o dimensionamento e realização de testes em coluna, que serão realizados com amostras indeformadas, permitido um estudo aprofundado da interferência da estruturação do solo no comportamento dos oxidantes. Serão avaliadas as reações dos oxidantes com dois tipos de latossolos e um solo arenoso. No final dessa pesquisa, se terá um maior entendimento das reações dos oxidantes com o solo, o que permitirá o aperfeiçoamento de técnicas para a remediação in-situ por oxidação química.