Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de contaminantes voláteis e semi-voláteis em Ilhabela-SP pelo acoplamento das técnicas Refrigerated sorptive extraction (RSE), thermal desorption (TD) e GC/MS

Processo: 11/16777-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Ambiental
Pesquisador responsável:Igor Renato Bertoni Olivares
Beneficiário:Ricardo dos Santos Camargo
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil

Resumo

O processo de urbanização e uso de áreas naturais e protegidas no Litoral Norte de São Paulo tem se intensificado nas últimas décadas. Por essa razão, é urgente não apenas a compreensão da dinâmica do ambiente natural, como também a sua interação com a ocupação e efeitos adversos gerados pelas ações antrópicas. Nesse sentido a escolha da Ilha de São Sebastião, sede do município de Ilhabela-SP, se justifica não apenas por apresentar uma grande área de Mata Atlântica preservada, mas também pelos processos intensos de urbanização, causados principalmente pelo aumento do turismo que possibilitam a avaliação da interação entre o efeito antrópico e as dinâmicas naturais da Ilha.Uma forma de avaliar essas interações é por meio da identificação e quantificação de contaminantes originados pelos diversos usos da paisagem costeira da ilha. Assim, poluentes como hidrocarbonetos poliaromáticos (HPAs), benzeno, tolueno, etilbenzeno e xilenos (BTEX), e alguns produtos de degradação de surfactantes (alquilfenóis) têm sido quantificados em vários compartimentos ambientais como água superficial e subterrânea, solo e sedimentos, de forma a compreender a extensão dos impactos gerados pelas ações humanas como a queima de combustíveis fósseis gerando HPAs e BTEX e o uso de detergentes industriais e domésticos lançando surfactantes (alquilfenóis) nas águas superficiais. No entanto, alguns desses compostos são produzidos naturalmente, especialmente pela vegetação, podendo ser utilizada uma razão entre compostos de fontes antrópicas versus os de fontes naturais como um indicador da contaminação do ambiente.Uma das formas de se analisar esses tipos de contaminantes é por meio da técnica de extração Refrigerated Sorptive Extraction (RSE) que tem sido utilizada para obter uma maior recuperação na extração de contaminantes voláteis e semi-voláteis (visando atingir menores limites de detecção e quantificação). Essa técnica consiste na refrigeração de uma fase sortiva enquanto os analitos que estão na fase de headspace são absorvidos pela fase em temperatura mais baixa, pela refrigeração com água gelada, deslocando assim a constante de distribuição (KD) e aumentando a recuperação. A aplicação desta técnica é recente e ainda podem ser aplicadas melhorias como, por exemplo, a troca do meio refrigerante por mistura de gases e acoplamento com sistema de dessorção térmica (TD) seguido de análise por GC/MS.Dessa forma, este projeto de pesquisa visa otimizar e validar a metodologia RSE/TD/GC/MS para análise de HPAs, BTEX e alquilfenóis em uma matriz ambiental (água fluvial do Córrego das Tocas) no município de Ilhabela-SP. Os resultados obtidos permitirão inferir sobre a magnitude da perturbação antrópica na Ilha.