Busca avançada
Ano de início
Entree

Uso de submersíveis não-tripulados para o estudo do comportamento de elasmobrânquios no litoral norte do Estado de São Paulo

Processo: 12/07760-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de maio de 2012
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Otto Bismarck Fazzano Gadig
Beneficiário:Carolina Bonfim Tiveron
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:11/18513-9 - Uso de submersíveis não-tripulados e telemetria acústica para o estudo do comportamento de elasmobrânquios no estado de São Paulo, AP.R
Assunto(s):Myliobatiformes   Distribuicão   Potamotrygonidae   Habitat   Elasmobrânquios

Resumo

Estudos sobre o comportamento de raias e tubarões in situ são escassos no Brasil e boa parte das informações existentes está baseada em inferências obtidas a partir de observações indiretas, com as devidas limitações inerentes a esse método. Na presente proposta objetiva-se utilizar submersíveis não-tripulados e equipamentos de telemetria acústica para o estudo do comportamento de elasmobrânquios na costa e em águas interiores do estado de São Paulo, incorporando-se novas tecnologias às pesquisas e aos métodos tradicionais de amostragem existentes. Os trabalhos serão realizados na bacia do Alto Paraná (Castilho e Itapura - SP), no Parque Estadual da Ilha Anchieta e na Área de Proteção Ambiental do Litoral Norte (Ubatuba - SP), para a compreensão de fenômenos importantes que ocorrem nessas regiões, como a colonização dos rios do oeste paulista por raias e o uso de determinadas áreas do litoral norte do estado por elasmobrânquios como berçários, sítios de alimentação e refúgio. Espera-se, ainda, que o emprego de tecnologia de ponta em estudos naturalísticos permita o registro de comportamentos não descritos e o entendimento de outros aspectos ecológicos e fisiológicos de raias e tubarões, com base em dados obtidos diretamente no ambiente, produzindo informações inéditas no contexto da ictiologia e do mergulho científico do Brasil.