Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliações pedagógicas para alunos surdos no contexto de um programa inclusivo bilíngue

Processo: 11/00362-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2012
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Cristina Broglia Feitosa de Lacerda
Beneficiário:Alice Almeida Chaves de Resende
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Análise do comportamento   Equivalência de estímulos   Surdez

Resumo

A política educacional vigente indica a inclusão de toda criança na escola regular, respeitando suas necessidades e peculiaridades, todavia tais cuidados nem sempre lhe são proporcionados. Por dificuldades de acesso à língua, os surdos ficam alijados dos processos de ensino-aprendizagem. É de suma importância desenvolver práticas pedagógicas atentas às necessidades destes sujeitos, iniciativas que propiciem a aquisição e o uso da Língua Brasileira de Sinais (Libras) no espaço escolar. Ações nesta direção tornaram-se obrigatórias com a publicação do Decreto Federal 5.626/05. Este estudo está articulado a um programa de escolarização, Programa Inclusivo Bilíngue, que realiza ações de acompanhamento e pesquisa vinculadas a um programa de inclusão dos alunos surdos a uma escola no município de São Carlos/SP. O foco é o desenvolvimento da educação bilíngue para estudantes surdos e a inserção da Libras ao espaço escolar, implementando metodologias e práticas didáticas apropriadas. O objetivo deste trabalho é desenvolver um sistema de avaliação criterioso, considerando as características bilíngues para acompanhamento e análise do desenvolvimento acadêmico dos alunos inseridos no Programa com base no desenvolvimento em Libras e em Língua Portuguesa. Serão realizados três estudos com intuito de identificar o espaço escolar com as singularidades da educação bilíngue; criar o sistema de avaliação e fazer um estudo piloto em outra escola inserida no Programa. Pretende-se refletir sobre o que foi realizado abrindo a perspectiva de rever práticas, aperfeiçoá-las ou modificá-las de acordo com os efeitos observados nos alunos. (AU)